TROCA DE FARPAS PELO HOSPITAL DE PICOS

DEPUTADOS ESTADUAIS DA CIDADE DE PICOS SE DESENTENDEM SOBRE INDICAÇÃO PARA O CARGO DE DIRETOR DO HOSPITAL REGIONAL JUSTINO LUZ

15/05/2019 07:26 - Atualizado em 15/05/2019 08:02

Pablo Santos e Nerinho trocam farpas (Fotos: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

Os deputados estaduais Pablo Santos (MDB) e Nerinho (PTB) não andam se entendendo. E o motivo é a direção do Hospital Regional Justino Luz, em Picos. Ambos os parlamentares são da cidade e a indicação tem sido alvo de disputa. O emedebista defende a permanência da médica Patrícia Maria Santos Batista, que está no cargo desde julho de 2017.

No fim de semana, Nerinho defendeu a nomeação de um técnico para a direção do hospital. Pablo, atual presidente da Fundação Hospitalar do Piauí, se posicionou pela permanência de Patrícia. No último dia 6, ela foi nomeada pelo governador Wellington Dias (PT) para exercer o cargo de diretora de hospital, nomeação que Nerinho chegou a dizer que é interina.

Mas, segundo Pablo Santos, a nomeação de Patrícia Batista para a direção do Hospital Justino Luz é indiscutível. "Não tem o que se questionar sobre o currículo da Dra. Patrícia Batista como gestora, que além de perfil político, traz um perfil técnico", argumentou o deputado. 

Patrícia é filha de Carleusa Santos, ex-prefeita de Francisco Santos e, apesar de ser médica, foi indicada por critério político. No entanto, Pablo argumenta que a indicação também atende ao critério técnico. Patrícia é concursada do estado como auditora do SUS, ex-diretora da Unidade de Controle, Avaliação, Regulação e Auditoria (Ducara), presidente do Conselho Estadual de Secretárias Municipais, ex-secretária de saúde de Francisco Santos e professora.

NERINHO INDICOU A IRMÃ
Pablo Santos se mostrou incomodado com a fala de Nerinho e criticou o concorrente político. "Quando ele teve a oportunidade de indicar o diretor do Hospital Regional, ele indicou a irmã, e agora quer que a vaga seja ocupada por um técnico?", questionou o emedebista. 

O deputado ainda mandou Nerinho ir cuidar da pasta onde ele foi responsável por indicar o gestor. "Como Presidente da Fundação Hospitalar, devo colocar pessoas da minha confiança nos cargos, além de claro, da capacidade de cada um, que no caso da Dra. Patrícia é indiscutível. Na secretaria do deputado Nerinho, eu não ando indicando superintendência, cada parlamentar deve respeitar o espaço do outro", finalizou Pablo Santos. 

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
DEPUTADO CONDENA CORTES E DEFENDE ATOS PONTUAIS
DEPUTADO CONDENA CORTES E DEFENDE ATOS PONTUAIS
FMS entregará três obras até julho deste ano
Prefeitura prevê investimento de R$ 2,5 milhões em obras de asfaltamento
Licitação da obra de Implantação do Parque Floresta Fóssil é concluída