NOTÍCIAS

TIRO PELA CULATRA

REPORTAGEM DA FOLHA CRITICA GOVERNO BOLSONARO, MAS ACABA ENALTECENDO EMPENHO DO MINISTRO CIRO NOGUEIRA PARA TRAZER AMBULÂNCIAS PARA O PIAUÍ

03/06/2022 09:58

Uma reportagem pulicada no site do Jornal Folha de São Paulo questiona a quantidade de ambulâncias destinadas ao Piauí no ano de 2021, através do sistema do Fundo Nacional de Saúde (FNS), do Ministério da Saúde. A publicação, que pode servir de crítica ao governo Bolsonaro, caiu como luva e “fez a fita” do ministro piauiense que, agora, se gaba por ter conseguido mais recursos federais para os municípios piauienses.O ministro Ciro Nogueira e o presidente Jair Bolsonaro - Ueslei Marcelino - 05.abr.2022/Reuters.

"Eu fico muito feliz por estas críticas. Estão criticando por estar trazendo mais recursos para o meu Piauí. Que façam sempre isso e acabem com esse preconceito com a gente. Se essas ambulâncias fossem para o Sul e Sudeste, como sempre acontece, não teria toda essa repercussão", disse o ministro Ciro Nogueira, em entrevista ao Política Dinâmica.

Segundo a reportagem, 18% do total de 683 ambulâncias destinadas aos municípios brasileiros foram somente para o Piauí, que recebeu 123 veículos em 2021. A reportagem mostra, ainda, que 1 em cada 5 ambulâncias do FNS, foram para cidades do “Clã de Ciro Nogueira”. Os veículos teriam sido destinados às prefeituras com ligação com o ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, líder nacional do partido Progressistas e senador pelo Piauí.


A reportagem mostrou que a senadora Eliana Nogueira (PP-PI), que assumiu o mandato após a saída do filho Ciro Nogueira para o ministério, indicou através de suas emendas R$ 8,2 milhões para compra de ambulâncias. Apesar desse recurso ser proveniente do orçamento de 2021, os veículos só estão chegando este ano às prefeituras, às vésperas do período eleitoral.

Recentemente, em sua rede social, a senadora anunciou que o Ministério da Saúde pagou mais de R$ 1,8 milhão em emendas para compra de oito ambulâncias. Os municípios beneficiados foram Campo Largo do Piauí, Colônia do Gurgueia, Caxingó, Inhuma, Milton Brandão, Dirceu Arcoverde, Cocal de Telha e Morro Cabeça no Tempo. A reportagem da Folha mostrou que dessas prefeituras apenas uma não é governada pelo PP.

Prefeito de Caxingó, Magnun Cardoso (PP), recebe ambulância do FNS em Teresina (PI).

Ainda segundo a Folha, desde que Ciro assumiu o ministério, o número de propostas de ambulâncias financiadas pelo FNS em seu estado deu um salto – foram 27 em 2017, 11 em 2018, 4 em 2019, nenhuma em 2020, até chegar às 123 unidades em 2021, quando o líder do PP assumiu o cargo no Executivo.

BRIGA DE SENADORES

Nessa última semana, o senador Marcelo Castro (MDB-PI) reclamou que o ministro Ciro Nogueira estaria bloqueando recursos de emendas dele para o Piauí. A reportagem da Folha de São Paulo ouviu o senador piauiense, que já foi ministro da Saúde no governo da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Para a Folha, Castro voltou a reclamar que teve seus recursos barrados por Ciro. "Quando eu era ministro não tinha partido e liberava recursos para qualquer lado", alfinetou Castro.Marcelo Castro tem reclamado que suas emendas para o DER não estão sendo liberadas pelo ministro Ciro. O diretor do DER era o filho de Marcelo, que vai ser candidato à deputado Federal pelo Piauí (Foto: Jailson Soares).

Em entrevista à TV Meio Norte, o ministro Ciro Nogueira disse que tem priorizado todo o Piauí, diferente de Marcelo Castro. “Marcelo diz que bloqueei recursos porque não chegaram para ele os R$ 250 milhões destinados ao Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí (DER-PI). Lá esse recurso vai para licitações de sua família”, denunciou Ciro.

Com parte da tinta do executivo nacional nas mãos, o ministro Ciro Nogueira se gaba da influência e tem aproveitado a situação para beneficiar o seu Estado. Ficou ruim para a oposição que está se vendo obrigada a criticar até mesmo os recursos que chegam a mais para o Estado, em pleno início de período eleitoral.


Comente