NOTÍCIAS

SEM COMBUSTÍVEL PRO PIAUÍ

COMEÇA A FALTAR COMBUSTÍVEL PARA VIATURAS DA POLÍCIA NO PIAUÍ E SECRETARIA CULPA ALTA DA GASOLINA

12/11/2021 13:50

Não bastasse a onda de violência por todo o Piauí, a situação pode ficar ainda pior, isso porque os comandantes dos batalhões da Polícia Militar e Civil já teriam informado à Secretaria de Segurança Pública do Piauí que já há viaturas paradas por falta de combustível. Uma fonte do Portal Política Dinâmica confirmou que algumas das viaturas do seu batalhão não poderão atender há algumas ocorrências por falta de combustível e, destacou ainda, que a situação é pior para as viaturas da Polícia Civil que não poderão prosseguir com as investigações policiais por conta da falta de combustível.

Imagem ilustrativa.

Ainda segundo o militar, devido ao problema, foi estipulada uma cota de combustível diária para cada veículo e equipe para tentar amenizar o problema através de racionamento. A informação foi “parcialmente” confirmada pelo coronel Rubens Pereira, secretário da Segurança Pública do Piauí, que jogou a solução do problema para a Secretaria Estadual de Administração e ainda culpou os constantes aumentos dos preços doS combustíveis no país.

“Esse problema é decorrente do aumento do preço da gasolina. Nós fazemos a dotação orçamentaria sempre no ano anterior e, naquela época, a gasolina custava algo em torno de R$ 4 a R$ 4,50 o litro. Porém, atualmente, quase que dobrou de valor o preço do litro. Como esse contrato firmamos no passado, ele não deu a cobertura necessária. Com isso, nós já repassamos o problema para a Secretaria de Administração para que eles possam resolver o mais rápido possível. Acredito que na próxima semana vão concluir esse novo contrato para cobertura desse próximo ano. Esse problema não vem acontecendo só com a Secretaria de Segurança, mas também com a própria Secretaria de Administração, de Justiça e todas as outras”, explicou o coronel Rubens.

NÃO DÁ PARA ESPERAR

Apesar dos aumentos serem ruins para todo população e até para os estados, o que a população não entende é uma gestão da Secretaria de Segurança esperar faltar para tomar atitude de conseguir mais recursos. Vale ressaltar que o serviço de Segurança Pública é essencial para população e não pode faltar, por qualquer motivo que seja, tendo em vista que a onda de violência na capital e no interior tem amedrontado toda população.

Racionar combustível para viaturas em plena crise na Segurança Pública e ainda esperar compreensão da população, que tem sido vítima da insegurança dentro da própria casa, chega a ser desumano.

Enquanto isso, a Caravana do Programa Pro Piauí, que é protagonizada pelo pré-candidato a governo do Estado, Rafael Fonteles (PT), segue de vento em polpa com o ‘tanque cheio’ para rodar pelo Piauí rumo a 2022.

Comente