NOTÍCIAS

"RADICAIS PREJUDICARAM BOLSONARO"

FLAGRA NO CELULAR DE CIRO NOGUEIRA EXPÕE CONVERSAS DE EX-MINISTROS BOLSONARISTAS FAZENDO AVALIAÇÃO SOBRE ATOS TERRORISTAS EM BRASÍLIA

12/01/2023 11:55

Um flagra feito no celular do senador e ex-ministro do Governo Bolsonaro, Ciro Nogueira (PP-PI), expôs uma conversa entre ex-ministro bolsonaristas que alegam que os fatos ocorridos no último domingo (8) em Brasília (DF) prejudicaram Bolsonaro e ajudaram Lula. O suposto flagrante foi feito por uma fotografa da Folha de São Paulo, que fotografou a tela do celular de Ciro Nogueira no momento em que ele acompanhava conversas de um grupo de WhatsApp intitulado ‘Ministros Bolsonaro’.

Foto que revelou conversas entre ex-ministros foi feita da tela do celular de Ciro Nogueira (foto: Gabriela Biló/ FolhaPress)

No flagra da tela de celular, que parecer não ter película de privacidade, é identificada uma suposta conversa do ex-ministro da Saúde Marcelo Queiroga, com os demais colegas do grupo, onde ele diz que a ação do “grupo de radicas” prejudicou o legado do ex-presidente (Bolsonaro). A fala de Queiroga ganha a concordância do ex-ministro Paulo Guedes.

“Não houve a percepção do que foi feito no país. Ter esses resultados econômicos durante um colapso no país decorrente da pandemia é um milagre”, teria dito o ex-ministro da Saúde. “Agora, tudo o que foi feito vai por água abaixo pela ação de um grupo de radicais. O governo lulopetista havia cometido vários erros na primeira semana, mas a ação desses vândalos acaba por ajudar o governo”, acrescentou Queiroga. O ex-ministro da Economia Paulo Guedes pareceu concordar com a fala, pois no grupo teria respondido com um “sim” as afirmações do colega, segundo a foto do grupo.

Sobre o flagrante, a Folha destacou disse ter procurado o ex-ministro da Casa Civil e o ex-ministro Queiroga, mas eles não comentaram.


Comente