"Crise chegou ao nível mais grave"

Governador Wellington Dias diz que adversários de Dilma usam a crise econômica para criar uma crise política

14/03/2016 10:08

por Lídia Brito

O governador Wellington Dias (PT) se reuniu com prefeitos na manhã desta segunda (14) para tratar sobre o Consórcio Regional de Saneamento do Sul do Piauí (Coresa) e a respeito do abastecimento de água nos municípios.

Em entrevista, Dias disse reconhecer que a crise econômica chegou ao nível mais grave no governo da presidente Dilma Rousseff, mas que a oposição tem utilizado a crise econômica para criar uma crise política. "Tenho que reconhecer que a crise econômica chegou ao nível mais grave. Isso preocupa! E, infelizmente, a oposição está a utilizá-la para criar uma crise política. A presidente foi eleita pelo povo e é preciso respeitar a Constituição. Em 2018 teremos outra eleição", comenta.

Para Wellington, as manifestações fazem parte da democracia, mas não podem servir de palanque político. "Fico feliz vendo o povo nas ruas, mas não se pode usar isso de forma política para desestabilizar governo. Temos que colocar o país no eixo e não agravar a crise por motivos pessoais", declara.

Sobre o Coresa, o governador reconheceu que o modelo proposto no passado fracassou e apresentou uma proposta de reformulação do consórcio. "A prioridade agora tem que ser conseguir o dinheiro para que o consórcio possa sair do papel. Estamos trabalhando com o Ministério da cidade a liberação de 15 milhões para que o projeto possa de fato entrar em funcionamento. Esse recurso é fundamental para as obras necessárias nos municípios", disse.

ANTERIOR

"PT É PARTE DO PASSADO", DIZ DEPUTADO DO PC DO B

PRÓXIMA

O PT E O COMUNISMO SÃO OS ADVERSÁRIOS