QUASE 49 MIL ATENDIMENTOS ODONTOLÓGICOS FORAM REALIZADOS DURANTE A PANDEMIA EM TERESINA

AO TODO 48.987 ATENDIMENTOS ODONTOLÓGICOS DE URGÊNCIA FORAM REALIZADOS PELA REDE DE SAÚDE BUCAL DA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE SAÚDE, DE 24 DE MARÇO A 30 DE OUTUBRO

03/11/2020 14:52

Durante o período de combate à Covid-19, a Atenção Básica Municipal está realizando apenas casos de urgência na área de saúde bucal, como dor de dente intensa, inchaço bucal, edemas e traumas dentários. Ao todo 48.987 atendimentos odontológicos de urgência foram realizados pela rede de saúde bucal da Fundação Municipal de Saúde, de 24 de março a 30 de outubro.

Em Teresina, seis Unidades Básicas de Saúde (UBS) realizam atendimentos odontológicos de urgência: a UBS Alto da Ressurreição (zona Sudeste), UBS Saci (zona Sul) e UBS Buenos Aires (Zona Norte), nos horários de 7h às 21h todos os dias da semana. E as UBS Vale do Gavião (zona Leste), UBS Porto Alegre (zona Sul), UBS Cristo Rei (zona Sul), nos horários de 7h às 18h de segunda a sexta.

“Os procedimentos eletivos estavam totalmente suspensos a fim de evitarmos aglomeração, já que o ambiente odontológico tem alto risco de exposição ao coronavírus. Mas vamos voltar aos poucos a esse tipo de atendimento. Pedimos à população que procure atendimento odontológico se for estritamente necessário”, diz Manoela Maria Gonçalves, odontóloga apoiadora da Gerência de Saúde Bucal da FMS.

Ela fala ainda do serviço de tele orientação odontológica que a FMS tem, chamado de Zap Odonto. “Antes de ir até a unidade de saúde, a pessoa pode fazer um teleatendimento via Whatsapp por meio do número (86) 98179-2576. O serviço funciona todos os dias, nos horários de 07h às 14h e das 14 às 21h. Lá, os pacientes podem buscar esclarecimentos sobre uma possível demanda de urgência odontológica e também serão encaminhados para o ponto mais próximo de atendimento, caso haja necessidade. Ainda é possível que o dentista faça orientações pré-consulta de urgência para amenizar a situação do momento, como condutas não farmacológicas de alívio da dor”, encerra Manoela Maria Gonçalves.

Comente!

ANTERIOR

FIM DE GREVE: PAGAMENTO E PALAVRA

PRÓXIMA

SEGUNDA GREVE DO DOUTOR PESSOA