NOTÍCIAS

PREFEITO VIAJANTE

ISOLADO NO PIAUÍ, DOUTOR PESSOA VIAJA MAIS UMA VEZ PARA BRASÍLIA, NÃO É RECEBIDO POR BOLSONARO E SE ENCONTRA COM MEMBROS DA OPOSIÇÃO EM BUSCA DE APOIO

25/05/2022 11:52

Parecendo alheio aos problemas na cidade de Teresina, como constantes paralisações do transporte público e ruas repletas de buraco, o prefeito Doutor Pessoa (Republicanos) foi mais uma vez à Brasília (DF). Neste ano, o gestor já esteve outra vez na capital do país no início do ano. Foi também, por pelo menos duas vezes, ao litoral do Piauí. Semana passada, estava lançando um candidato a deputado federal em Floriano (PI). Todas as vezes o deslocamento de Pessoa foi motivado por interesses particulares e eleitorais, com agenda administrativa servindo apenas de desculpa. 

Sem que o presidente quisesse recebê-lo, restou ao prefeito a foto com o vice: Doutor Pessoa e sua comitiva em visita política ao vice-presidente e general Hamilton Mourão para tratar de assuntos eleitorais do partido em que ambos são filiados, o Republicanos (foto: redes sociais).

Segundo a Comunicação da PMT, na capital federal Pessoa busca apoio para execução de projetos prometidos em campanha, mas que ainda não saíram do papel: o Hospital da Mulher e a transposição do rio Parnaíba com um o ligaria ao rio Poti. Ambos os projetos, dependem de recursos externos para serem iniciados e não há expectativa de que possam ser terminados neste mandato dele. Agora, Pessoa terá que sentar-se à mesa com os opositores para conseguir obras para cidade.

Doutor Pessoa teve audiência com o senador Marcelo Castro e pediu ajuda ao ex-colega do MDB, mas não quis brigar com o ministro Ciro Nogueira para liberar recursos que Castro já havia destinado à Teresina e foram cortados pelo governo Bolsonaro (foto: redes sociais)

Nos últimos meses, o gestor tem insistido em viabilizar uma campanha de terceira via ao governo do Estado. Para isso, até mudou de partido e agora lidera o Republicanos. O objetivo sempre foi claro: montar chapas proporcionais para "oferecer" aos candidatos que, de fato, disputam o governo: quem der mais, leva. Até agora, o partido parece perdido, com parte de seus integrantes favoráveisa uma adesão ao grupo de Rafael Fonteles, do PT, e outros mais alinhados com o grupo de Ciro Nogueira, fiador da campanha de Sílvio Mendes (União Brasil).

O prefeito de Teresina também buscou o apoio do ministro Ciro Nogueira; Pessoa não esconde que é eleitor do atual presidente Jair Bolsonaro (foto: redes sociais)

Cumprindo a agenda, o prefeito se encontrou com o senador Marcelo Castro (MDB), com o ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira (Progressistas). O prefeito também esteve reunido com membros do Republicanos, como o vice-presidente Hamilton Mourão e o presidente nacional do partido, deputado Marcos Pereira. 

Nos bastidores o que se comenta é que o prefeito teria tentando primeiro uma audiência com o presidente Jair Bolsonaro (PL), mas sem sucesso, acabou se encontrando com Mourão. A essa altura do campeonato, até Bolsonaro sabe que colar em Pessoa é prejuízo eleitoral.

Doutor Pessoa tem até o dia 3 de junho, data marcada para sua convenção, para definir que rumo vai tomar nas eleições de 2022.  

Comente