NOTÍCIAS

OPERAÇÃO ACESSO NEGADO II: TJPI EXONERA SERVIDOR

YURI CAVALCANTE RIBEIRO ACESSAVA ILEGALMENTE INFORMAÇÕES DA JUSTIÇA E REPASSAVA PARA ESQUEMA; TJPI DIZ QUE ESTÁ À DISPOSIÇÃO DAS INVESTIGAÇÕES

16/12/2020 15:27

Quando em março deste ano Yuri Alisson Cavalcante Ribeiro ganhou R$ 100,00 na Nota Piauiense, certamente não imaginou que terminaria o ano de 2020 exonerado do Tribunal de Justiça do Piauí. Foi o que aconteceu na manhã desta quarta-feira (16), quando o desembargador Sebastião Ribeiro Martins, presidente do TJ-PI, soube da Operação Acesso Negado II.

Sebastião Ribeiro Martins: presidente do TJ-PI exonerou servidor envolvido em esquema de obstrução de investigações (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

Yuri foi alvo da segunda fase da operação que investiga um esquema criminoso de obstrução das investigações da Polícia Federal sobre desvios de recursos públicos da Educação no município de União-PI, no âmbito de outra operação, a “Delivery”. O agora ex-servidor era lotado no na cidade de Matias Olímpio e de lá acessou ilegalmente informações do sistema da Justiça Estadual sobre o caso em União.

Exoneração do servidor acusado de repassar informações sigilosas de maneira ilegal para advogados (imagem: reprodução)

Segundo a PF, essas informações eram repassadas a advogados que monitoravam as investigações com intuito de antecipar ações da Polícia Federal e da Justiça com finalidade de proteger os envolvidos na operação original.

Em nota à imprensa, o desembargador Sebastião Martins afirmou que o Tribunal de Justiça do Piauí vai colaborar de todas as formas com as investigações.

Veja a nota na íntegra:

O presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, desembargador Sebastião Ribeiro Martins,

Ao tomar conhecimento da operação “Acesso Negado II”, deflagrada pela Polícia Federal na manhã de hoje (16) e amplamente divulgada na imprensa local, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí determinou a imediata exoneração do servidor citado na operação. Trata-se de servidor que ocupava cargo em comissão na comarca de Matias Olímpio.

Por fim, o TJ-PI ressalta que estará à disposição das autoridades policiais, caso solicitado, para auxiliar nas investigações e reafirma seu posicionamento contrário a toda e qualquer prática ilegal.

Atenciosamente,

Assessoria de Comunicação do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí

Comente