NOTÍCIAS

O ESCOLHIDO DE CIRO

SÍLVIO MENDES SUPERA A CONCORRÊNCIA DENTRO DO PROGRESSISTAS E DEVERÁ FOCAR NOS DESAFIOS DA PRÉ-CAMPANHA DE GOVERNADOR; ANÚNCIO SERÁ NO SÁBADO

02/02/2022 17:49

O nome de Sílvio Mendes está definido para ser o candidato do ministro Ciro Nogueira para o governo do Estado, com data de lançamento da pré-candidatura confirmada para o próximo sábado (5). Todas as fichas do senador progressista estão, assim, lançadas no ex-prefeito de Teresina. Ao subir no palco da “festa” do anúncio da chapa, Sílvio Mendes terá resolvido um problema: o de ser o candidato. Mas ao descer, novos desafios já o aguardam.

Sílvio Mendes: superou o principal problema, mas têm uma lista de outros novos desafios (Foto: Jailson Soares | PD)

Aliás, já há situação para ser apaziguada na oposição antes mesmo do início do evento. A escolha de Sílvio Mendes não foi bem recebida pela agora cotada para o cargo de vice, deputada Iracema Portella, é o que garantem fontes progressistas ouvidas pelo Política Dinâmica. Iracema acreditou até os instantes finais da decisão de Ciro que poderia ser escolhida para encabeçar a chapa. As mesmas fontes, porém, asseguram que Ciro se encarregará de manter a união da chapa.

OS DESAFIOS DE SÍLVIO

Acredita-se que a liderança de Sílvio Mendes em Teresina, segundo pesquisas de intenção de voto, foi fator fundamental para sua escolha. Só para estabelecer um parâmetro aqui, um levantamento do instituto o Opinar, de novembro de 2021, mostrou, naquela época, que o ex-prefeito possuía 44,50% dos votos em um canário de confronto direto com o candidato petista Rafael Fonteles, que aparecia com 17,25%.

Ciro Nogueira atuará como bombeiro para esfriar o climão que criou ao escolher Silvio ao invés de Iracema (Foto: Reprodução |PD)

O principal desafio de Sílvio é manter-se com essa larga vantagem em Teresina, o que envolve incorporar o legado das gestões do PSDB, o desempenho de um concorrente direto -- Washington Bonfim, do Cidadania --, e até que ponto vai conseguir sustentar os acenos que faz ao prefeito Doutor Pessoa (MDB).

No interior do estado, o lançamento do nome de Sílvio -- e o fim da indecisão sobre quem seria o candidato -- tende a oxigenar as expectativas dos prefeitos. 

Pesquisa do Instituto Opinar, essa já realizada em dezembro de 2021, indicava até ali a liderança de Sílvio também no interior. O ex-prefeito de Teresina tinha 35,12%, enquanto Rafael alcançava 16,82%.

Ciro Nogueira quer aproximar Sílvio Mendes do interior do estado e trazer prefeitos para a campanha (Foto: Jailson Soares | PD)

A estratégia elaborada por Ciro Nogueira é compensar o distanciamento de seu candidato dos demais municípios com a força do Progressistas, personificada na imagem da vice Iracema. Porém, Sílvio terá que apresentar desempenho favorável nas pesquisas, demonstrar disposição de estar presente nas cidades e dialogar com os gestores para tê-los de corpo e alma na campanha.

E BOLSONARO?

O fator Bolsonaro também é um desafio. Candidato do ministro mais importante da gestão de Jair Bolsonaro (PL), Sílvio tenta se afastar da imagem do presidente. “Meu interesse é com o Piauí”, tem afirmado à imprensa constantemente, e, assim, incomodado aliados bolsonaristas e antiPT que não gostam de vê-lo "passando pano" para Lula ao não criticar o ex-presidente petista.

Sílvio Mendes é o escolhido de Ciro, sim. 

Resta saber o que fará agora para ser o escolhido nas urnas.





Comente