O ASSASSINATO DE REPUTAÇÕES CONTINUA

GABINETE DO ÓDIO: ATAQUES À FIRMINO FILHO E SUA FAMÍLIA CONTINUAM E ADVERSÁRIOS POLÍTICOS VAZAM SUPOSTAS INFORMAÇÕES DO INQUÉRITO POLICIAL

Marcos Melo Marcos Melo
08/04/2021 18:10 - Atualizado em 08/04/2021 18:30

Antes de morrer, o ex-prefeito Firmino Filho foi vítima de ataques sistemáticos contra sua imagem e a de sua família. Imaginava-se que cessariam com a morte dele. Não é o que está acontecendo. Infelizmente, ter enterrado Firmino não vai livrar a viúva Lucy Soares e os filhos Bárbara, Bruno e Cristina de mais dor.

Gabinete do ódio: Diversas vezes Firmino falou à imprensa sobre a utilização de redes sociais para atacar sua família e "enlamear" seu nome (foto: jailson Soares | PoliticaDInamica.com)

Na tentativa de destruir a imagem pública deixada pelo ex-prefeito, já se espalha o boato de que a morte de Firmino teria motivação numa suposta separação entre ele e a deputada estadual Lucy Soares. Mentiras com esse propósito já estão prontas para distribuição nos próximos dias. Todo tipo de baixaria com requintes de crueldade, a começar por traição. Fazem isso há 3 anos e 8 meses, continuamente.

Ataques publicados e espalhados via Whatsapp desde 14 de agosto de 2017 se iniciaram travestidos de críticas de natureza política e comentários ácidos. Nada diferente da vida de nenhum outro político. Parecia até normal. Então rapidamente descambaram para agressões pessoais, impublicáveis do ponto de vista jornalístico, distanciados de qualquer limite de liberdade de expressão e dando muito a entender que poderia ser um massacre encomendado.

Lucy e Firmino continuam sendo alvos de ataques pessoais e mentiras compartilhadas via Whatsapp (foto: Jailson Soares | PoliticaDInamica.com)

Uma campanha de ódio contra uma pessoa e sua família e que certamente causou estragos. Tudo observado por políticos, policiais, juristas, empresários e jornalistas.

Não se pode duvidar que alguém que foi 4 vezes prefeito não vá se transformar numa lembrança positiva para a população de Teresina. Lucy -- que é deputada estadual -- diante do caixão do marido e em frente à Prefeitura, disse que iria lutar para continuar o trabalho dele. Um discurso de motivação para as centenas de servidores, a maioria sentindo a perda de um amigo querido.

Que exista algum legado é natural. Que ela fale sobre ele, também. Que ela estivesse se lançando como sucessora e fazendo política com isso, pareceu mais uma distorção da realidade. Coisa que vira manchete hoje para ser utilizada nas mentiras futuras sobre "os últimos dias" de Firmino.

Adversários plantam mentiras para difamar esposa, filhos, amigos e a própria memória de Firmino Filho (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

Aliás, um depoimento que teria sido dado à Polícia Civil revela que Firmino estava pedindo licença médica do trabalho. Já os legistas do Instituto Médico Legal teriam constatado que o ex-prefeito estava com câncer de pulmão em algum estágio que não era inicial; enquanto os peritos no local onde o corpo foi encontrado teriam observado que ele não estaria usando aliança na hora da morte; e que haveria uma carteira de cigarros junto aos sapatos e celular de Firmino.

Sabe-se que o ex-prefeito não fumava há décadas. Falsos ou verdadeiros os dados acima, saberemos com a divulgação do inquérito, que só deve estar pronto em 10 dias. Porém, os ataques se anteciparam e já desviam a atenção do que realmente pode ter acontecido com objetivo de distanciar a imagem de Firmino dos seus familiares e amigos.

É uma nova fase do assassinato diário de reputações, que tem gente muito importante na plateia.

Comente!

ANTERIOR

INQUÉRITO CONCLUÍDO

PRÓXIMA

PARA ONDE VAI A CPI?