NOTÍCIAS

MDB ESCOLHE SEVERO EULÁLIO

MISSÃO DO PARTIDO AGORA É CONVENCER O GRUPO DO PT A ACEITAR QUE O EMEDEBISTA COMANDE A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA PELOS PRÓXIMOS DOIS ANOS

08/11/2022 09:54

O partido Movimento Democrático Brasileiro (MDB) no Piauí entrou em consenso sobre qual será o deputado estadual da sigla a disputar as eleições pra presidente da Assembleia Legislativa do Piauí em 2023. Em reunião realizada na noite dessa segunda-feira (7), dez deputados estaduais do partido definiram que o deputado estadual reeleito Severo Eulálio será o candidato.

Severo disputava a preferência do partido com outros dois parlamentares o João Madison e Georgiano Neto. Com essa decisão, o pai de Severo Eulálio, o ex-deputado e conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE), Kleber Eulálio, deverá desistir de disputar a presidência daquele órgão. Apesar de não ser ilegal, na visão dos emedebistas não ficaria legal o pai ser o presidente de um órgão (TCE) que fiscaliza as contas do poder legislativo, que poderá ser gerido por Severo.

Outra questão a ser resolvida pelo MDB é convencer os membros do Partido dos Trabalhadores (PT) a se unirem em torno de uma candidatura única. O PT já tem definido que o nome da sigla para disputa da presidência será o deputado estadual Franzé Silva. Por outro lado, circula nos bastidores a informação de que MDB e PT estão com um acordo fechado para que nos próximos quatro anos as siglas dividam a presidência, já que não há mais a possibilidade de reeleição do presidente.  

Severo vai buscar consenso com o PT para vencer eleição da Alepi (foto: Jailson Soares/ PD)

O único empasse para o acordo seria quem seria o primeiro partido a presidir a Alepi para gestão 2023-2024 e quem ficaria com a presidência na gestão 2025-2026. Nessa questão, tanto PT quando MDB querem presidir primeiro. Vale lembrar que nas eleições de 2022, o MDB conseguiu fazer nove deputados estaduais, já o PT elegeu 12 parlamentares para Alepi, além disso, o partido elegeu o governador do Piauí, Rafael Fonteles (PT). Outro ponto importante nesta disputa é lembrar que o atual presidente da Alepi, deputado Themístocles Filho (MDB), está há 18 anos no cargo.

Comente