NOTÍCIAS

MANOBRA ADIADA

CELSO BARROS SE VIU OBRIGADO A ADIAR ESQUEMA PARA INDICAR AMIGOS NA LISTA SÊXTUPLA E RETIROU DE PAUTA MUDANÇA NAS REGRAS DE ESCOLHA

18/12/2020 13:01

A atual gestão da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Piauí retirou de pauta a elaboração das listas sêxtuplas de advogados relativas ao Quinto Constitucional em Tribunais no Piauí. A sessão ordinária do Conselho Pleno da OAB-PI aconteceu ontem, quinta-feira (17).

Adiou, mas não desistiu: Celso quer apenas nomes ligados a seu grupo e de Chico Lucas nas listas sêxtuplas (foto: Jailson Soares | Politica Dinâmica)

A relatora da resolução 04/2020 é a advogada Élida Franklin, braço direito do presidente Celso Barros Coelho Neto. O tema era tratado silenciosamente nos bastidores da Ordem até virar notícia no Política Dinâmica. E a advocacia piauiense de modo geral não gostou.

Hoje a construção das listas passa por votação geral dos advogados depois que a vaga é aberta. Celso Barros trabalha para antecipar a escolha e retirar dos advogados o voto geral. Assim, a lista seria elaborada apenas pelo Conselho Seccional, hoje comandado em maioria pelo grupo de Celso Neto e Chico Lucas, ambos procuradores do Governo do Estado do Piauí.

A intenção é selecionar 6 nomes ligados ao grupo para as vagas que serão abertas em 2021 no Tribunal Regional do Trabalho (em maio) e no Tribunal de Justiça do Piauí (em novembro). A antecipação também se faz necessária para que Celso não perca a condução do processo após uma possível derrota de seu grupo e de Chico Lucas nas eleições da OAB-PI, que também acontecem em novembro de 2021.

Para evitar mais repercussão negativa, Celso foi orientado a pedir que Élida não comparecesse à sessão do Pleno. As atenções políticas de Celso e seu grupo estão voltadas para a confirmação de seu indicado Aurélio Lobão para ocupar a Procuradoria-Geral do Município de Teresina, e manchetes negativas poderiam atrapalhar os planos.

Dr. Pessoa (MDB) deve anunciar o nome na segunda-feira, 21.

Comente