NOTÍCIAS

GESSY DISSE NÃO APOIAR SÍLVIO

LANÇADA PRÉ-CANDIDATA AO GOVERNO PELO PSC, GESSY FONSECA AINDA NÃO TEM NOME PARA O SENADO E ADMITIU TER SIDO PROCURADA POR CIRO NOGUEIRA

31/05/2022 11:14

O PSC no Piauí lançou no último fim de semana o nome da empresária Gessy Fonseca como pré-candidata ao governo do Piauí. Durante o evento que aconteceu no último sábado (28/05), Gessy não anunciou os nomes para chapa proporcional, faltando um nome para candidatura a vice-governador e para o senado. Porém, disse já ter nomes para candidaturas à deputado estadual e federal pelo partido.  

A ausência desses nomes fez surgir a possibilidade de que ela venha a apoiar o nome de candidatos, pelo menos ao Senado, que já estão definidos. 

A pré-candidata admitiu que foi procurada e conversou com o ministro e senador, Ciro Nogueira (Progressistas), e com o ex-senador João Vicente Claudino (Podemos), porém não há nada certo.

Em entrevista ao Piauí Verdade, Gessy declarou que “a base da boa política é o diálogo, mas isso não significa fechar apoio. O Ciro me procurou e pediu para que eu conversasse com o pré-candidato Joel Rodrigues (PP) e conhecesse ele. Mas, o que garanto é a minha pré-candidatura ao governo do Estado pelo PSC Piauí”, afirmou.

Gessy Fonseca foi a revelação na campanha para Prefeito de Teresina obtendo mais de 50 mil votos. (foto: Jailson Soares/ PD).

A primeira mulher a colocar o nome como pré-candidata ao governo do Piauí para estas eleições de 2022, disse também que não há possibilidade de apoiar a candidatura de Sílvio Mendes (União Brasil). “Não existe nenhuma possibilidade”, concluiu Gessy.

REVELAÇÃO DE 2020

No momento atual, Gessy está longe de ter os mesmos holofotes que ganhou nas eleições municipais de 2020, quando conquistou o 3º lugar na disputa pela Prefeitura de Teresina, com inesperados 50.221 votos (12,14%). Naquele ano, Gessy Fonseca, que até então se colocava como candidata independente, acabou declarando apoio no 2ª turno para a campanha de Doutor Pessoa, que saiu vitorioso ao final do pleito contra o candidato Kleber Montezuma (PSDB), apoiado pelo ex-prefeito Firmino Filho.

Após ter ficado em 3º lugar no primeiro turno, Gessy declarou apoio à Doutor Pessoa no 2º turno das eleições para Prefeito de Teresina. (foto: redes sociais).

Grato pelo apoio recebido, assim que Doutor Pessoa assumiu a Prefeitura de Teresina indicou Gessy para função de Secretária de Economia Solidária da Prefeitura. Mas, depois disso, a gestão municipal não deu muito status e autonomia para política novata, que pouco conseguiu fazer do cargo um trampolim para uma futura campanha.

Logo no começo deste ano eleitoral de 2022, a empresária jogou para imprensa que gostaria de ser a candidata da 3ª via para eleições ao governo. O anúncio não colou e desgostou o grupo do prefeito Doutor Pessoa e seu vice Robert Rios que negaram qualquer apoio. Desde então, boicotaram ainda mais o início da pré-campanha de Gessy.

Apoio de Gessy à Doutor Pessoa foi contestado pelo seus eleitores que enxergaram nela a 3ª via na disputa pelo Palácio da Cidade. (foto: redes sociais).

Com a eleição para governo já polarizada entre dois pré-candidatos (Sílvio Mendes e Rafael Fonteles) ficará difícil para Gessy tentar um papel mais próximo do protagonismo. Por enquanto, nas pesquisas com intenção de voto já divulgadas, Fonseca permanece no terceiro lugar, mesma posição que conquistada na última eleição, que de todo mal pode lhe servir para trampolim para um cargo maior no futuro. 

Além do mais, o fato dela aparecer sempre como terceira colocada nas intenções de voto já é admirável, visto que não realiza uma pré-campanha milionária como seus concorrentes.


Comente