NOTÍCIAS

DEPUTADOS QUEREM ESPAÇO NO GOVERNO LULA

GRUPO DE DEPUTADOS FEDERAIS PETISTAS BUSCA INDICAÇÕES PARA PASTAS FEDERAIS IMPORTANTES NO PIAUÍ

20/01/2023 14:04

Os quatros deputados Federais eleitos pelo Piauí no pleito de 2022 estão em Brasília reivindicando indicações para cargos federais no Governo Lula. Na prática, os petistas querem prioridade na escola da indicação de cargos federais no Piauí (INCRA, Codevasf, Dnit, Dnocs) por entenderem que tem uma bancada volumosa com quatro parlamentares, dos 10 eleitos pelo Estado.

Ministro Padilha tem forte ligação com o Piauí e pode ajudar bancada em Brasília (foto: redes sociais)

Até agora não houve definição de quem ficará com a indicação dos melhores cargos e nessa disputa estão pelo menos os oito deputados Federais que apoiaram a eleição do presidente Lula (PT). Mas, para os petistas o partido com maior número de representantes deve ser privilegiada.

Por isso, os deputados Federais Flávio Nogueira (PT), Francisco Costa (PT), Florentino Neto (PT) e Merlong Solano (PT), estiveram em Brasília (DF) para um encontro com a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmamn, e com o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, onde evidenciaram a importância da bancada piauiense de petista no Congresso.

Por outro lado, os deputados e senadores com maior tempo de Casa e com maior votação querem abocanhar as principais indicações de cargos federais no Piauí. Nos bastidores, a informação que circula é que as superintendências no Piauí do DNIT, Codevasf e Dnocs, que são as mais cobiçadas e de maior orçamento, já teriam indicações certas.

Gleisi tem  cobrado mais espaço para o PT no Governo desde a transição (foto: redes sociais)

O deputado federal mais bem votado no Piauí, Júlio César (PSD), poderá indicar o gestor do Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas) no Piauí. Já a indicação para a Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba) no Piauí deverá ficar para a família Castro, do senador Marcelo Castro (MDB) e do filho Castro Neto (MDB), que foi eleito deputado Federal. Mas, até agora, o retalho dos cargos no Piauí permanece incerto.

Comente