NOTÍCIAS

DEPUTADO CONFIANTE PARA O TCE

FLÁVIO NOGUEIRA JÚNIOR DIZ QUE ELEIÇÃO PARA CONSELHEIRO NÃO SE VENCE PELA IMPRENSA E AFIRMA QUE A PARTIR DO DIA 17/09 NÃO FALARÁ MAIS SOBRE POLÍTICA

30/08/2021 12:52

Terminado o prazo de inscrição para concorrer à vaga de Conselheiro do TCE-PI (Tribunal de Contas do Estado do Piauí) somaram-se 10 pessoas que irão disputar os 30 votos dos deputados e o mais votado será o dono da vaga. Desses 10, quatro são deputados estaduais e largam na frente nesta disputa, tendo em vista a facilidade em convencer os colegas do voto através de acordos políticos.

Quem já está dando como ganha esta eleição é o deputado estadual Flávio Nogueira Júnior (PDT), que se candidatou a vaga de conselheiro e afirmou em entrevista que a partir do próximo dia 17 de setembro já não tratará mais sobre política. Lógico, dando como certa sua eleição para conselheiro do TCE no dia 16 na Alepi, o que em tese o tornaria conselheiro do Tribunal.

Deixada a autoestima a parte, o parlamentar sabe que ainda há muita água para rolar debaixo da ponte e tem outros nove candidatos à vaga. Porém, em sua fala o parlamentar se mostrou que concorrerá mesmo com os outros três deputados que também se inscreveram, deixando de lado os outros seis concorrentes civis que não exercem uma vida pública.

Nesta casa sempre presei pelo entendimento e harmonia entre os amigos deputados, lógico que terá a disputa e vencerá quem tem maior capacidade de diálogo. Como são quatro candidatos acho pouco provável que alguém vença no primeiro turno. Não vou dizer quantos votos A, B ou C, tem, porque não acho confortável e eleição não se vence pela imprensa. A gente faz com diálogo, é uma eleição secreta e terá muitas surpresas”, garantiu o parlamentar, que em sua fala esqueceu que não há só os quatro deputados inscritos mais também outras seis pessoas dentre advogados, empresários e promotor.

Esses civis inclusive, sem vida política, que tem ganhado o apoio da opinião pública que acha errônea a possibilidade de um deputado estadual disputar a vaga de conselheiro do Tribunal, tendo sido vistas muitas críticas nas redes sociais a este tema. “Sei que há este clamor por um técnico, mas há um respeito a constituição. Se você ler o regimento é bem claro quanto as vagas para técnicos, vagas escolhidas pelo executivo e pelo legislativo, que é o caso dessa. Mas, essas discussões sempre existirão no processo democrático”, ponderou Flávio Nogueira Júnior.

NOGUEIRAS NA OPOSIÇÃO

O deputado também falou sobre a possibilidade dele e do pai, deputado Federal Flávio Nogueira (PDT), se unirem a oposição de Ciro Nogueira. “Nós temos conversas com todo mundo, esse é período pré-eleitoral, quem é pessoa pública conversa com todo mundo. Há não ser quem não quer ter vida sadia na política. Não podemos dizer que somos de um partido A e não conversamos com B ou C, conversas temos diariamente e isso é normal, se não ninguém conseguiria crescer no Estado ou no país”, explicou.

Sobre a possibilidade dele e do pai ingressarem no PP de Ciro Nogueira, Júnior falou que essa decisão vai ser tomada só no próximo ano. “Nós já temos uma tratativa com outro partido e estamos esperando as definições das regras eleitorais para tomar a decisão, mas isso só deve acontecer em março do próximo ano”, destacou.

Quanto a possibilidade de neste outro partido, que não é o PP, se juntar a oposição ao governo de Wellington Dias (PT), o parlamentar afirma que isso ainda foi analisado.  “Não é segredo para ninguém que há mais de dois anos foi veiculado que iriamos para o Republicanos. Mas, acredito que essas conversas serão com o deputado Federal Flavio Nogueira, porque a partir do dia 17 de setembro já não estarei mais falando de política”, conclui o parlamentar, deixando a entender que está confiante e será eleito para vaga de conselheiro do TCE disputada no dia 16 na Alepi.

Comente