NOTÍCIAS

CÂMARA REPUDIA DECLARAÇÕES DE GRACINHA

VEREADORES DE PARNAÍBA APROVAM MOÇÃO DE REPÚDIO CONTRA FILHA DE MÃO SANTA E ALERTAM QUE NÃO SERÃO UMA EXTENSÃO DA PREFEITURA

09/08/2022 12:43

Parte dos vereadores da cidade de Parnaíba (PI) aprovaram uma moção de repúdio contra declarações dada ao Política Dinâmica pela ex-secretária municipal de Infraestrutura da Prefeitura do município, Gracinha Moraes Sousa (PP). A ex-secretária é filha do atual prefeito de Parnaíba, Mão Santa (União Brasil), e disputa uma cadeira para o cargo de deputada estadual. A nota de repúdio foi requerida pelo líder da oposição na Câmara, vereador Zé Filho Caxingó (PL).

Veja matéria com declarações de Gracinha Moraes Sousa criticadas pela Câmara:

CHANTAGEM E EXTORSÃO EM PARNAÍBA


Vereador Zé Filho Caxingó disse que Gracinha quer fazer da Câmara uma extensão da Prefeitura (foto: redes sociais)

A moção de repúdio foi aprovada na terça-feira (02/08) por 11 dos 17 vereadores daquela casa legislativa. Todos esses formam a base de oposição a atual gestão municipal de Mão Santa e, recentemente, os mesmos vereadores também declararam apoio ao grupo de Rafael Fonteles (PT) para as eleições ao Governo do Piauí. Em Parnaíba, Gracinha e o pai Mão Santa são os principais apoiadores do grupo que quer Sílvio Mendes (União Brasil) como Governador do Estado.

(Discurso do vereador Zé Filho do Caxingó inicia no minuto 31 do vídeo acima)

Na carta de repúdio, Zé Filho Caxingó diz que Gracinha ofendeu os vereadores de Parnaíba ao dizer que eles estariam usurpando do Poder Legislativo para promover chantagem e extorsão no município. O parlamenta diz ainda que os vereadores não aumentaram o orçamento da gestão de Mão Santa porque não foi comprovada a necessidade.

“O fato da Câmara de Parnaíba não ter aprovado a suplementação da Lei Orçamentária Anual é devido a Prefeitura não ter demonstrado a necessidade da medida extrema de autorização de créditos adicionais da Lei Orçamentária prevista para o exercício de 2022”, diz um dos trechos da nota.

Gracinha Moraes Sousa conta com o apoio dos pais Mão Santa e Adalgisa e, também, da Prefeitura de Parnaíba em sua campanha para deputada estadual (foto: reprodução)

 A nota segue ainda afirmando que o Poder Legislativo é independente e harmônico, não podendo ser considerado uma mera extensão do Poder Executivo.

VEJA MOÇÃO DE REPÚDIO NA ÍNTEGRA!

Carta foi aprovada por 11 dos 17 vereadores da Câmara de Parnaíba (foto: reprodução)


Comente