NOTÍCIAS

AS POLÊMICAS ACIMA DE TUDO

MINISTRO DA SAÚDE ENTREGA EQUIPAMENTOS À HOSPITAL NO PIAUÍ, MAS CHAMA MAIS ATENÇÃO POR DECLARAÇÕES POLÊMICAS

08/10/2021 20:45

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, acompanhado do anfitrião piauiense ministro chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, esteve nessa última sexta-feira (8) em Teresina (PI) para entrega de equipamentos para o Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí. Porém, o que mais chamou atenção na visita foram as declarações polêmicas do ministro, fato comum nos integrantes do governo Jair Bolsonaro.

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Em entrevista à imprensa local, o ministro criticou o chamado “passaporte da vacina” adotado por alguns governos estaduais, como o do Piauí, que proibi a permanência de pessoas em alguns espaços sem a comprovação da vacinação contra Covid-19. Para polemizar mais ainda, mesmo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e de outros entidades médicas, o ministro disse terminalmente contra leis para o uso obrigatório de máscaras como forma evitar o contágio entre as pessoas, chamando essas regras de “legislorragia inútil” que só dividem a população.

“Isso são cortinas de fumaça que só servem para dividir a população brasileira num momento que precisamos é de união contra o nosso inimigo comum que é o vírus. É passaporte para isso, passaporte daquilo. Meus amigos, a população brasileira estará toda vacinada, com esse passaporte? Imagina, senador Ciro, eu com duas doses (vacina) e adquiri a Covid na viagem que fiz com o presidente. Então, essas medidas não tem essa efetividade, só servem para dividir mais do que para unir a população brasileira”, disse Queiroga.

Ministros Marcelo Queiroga e Ciro Nogueira visitam obras da nova maternidade em Teresina acompanhados da deputada Iracema e do secretário de Saúde do Piauí, Florentino Neto, e do senador Elmano Férrer.

As declarações foram feitas na visita dos ministros as obras da nova maternidade infantil na zona Leste de Teresina. Na ocasião, o ministro também alfinetou os governadores estaduais que quiseram comprar vacinas, dentre esses o presidente do consórcio Nordeste, Wellington Dias (PT), governador do Piauí. “Os governadores quiseram comprar vacinas, muito bem. Lembro que no passado houve um consórcio de governadores que queria adquirir a vacina Sputnik. Onde está esta essa vacina?” ironizou o ministro, bem em frente ao secretário de Saúde, Florentino Neto (PT), que representou o governador Wellington Dias na visita.

Ainda durante a visita, o ministro visitou o Hospital Universitário (HU) da UFPI e fez a entrega de equipamentos de tomógrafo computadorizados (valor de R$ 2,8 milhões), torre para cirurgia vídeolaparoscópica (R$ 260 mil), três aparelhos de ultrassonografia (R$ 350 mil), além de outros materiais. Na oportunidade, o ministro após ser cobrado anunciou que o Ministério da Saúde vai comprar um acelerado linear para o HU poder instalar uma ala de combate ao câncer. O equipamento deve chegar até outubro do próximo ano. Ao fim do seu discurso, após citar um poema de Castro Alves que fala sobre liberdade, Queiroga disse que “toda população brasileira estará vacinada até o fim do ano, para que possamos ser todos livres”, garantiu.

 

Comente