PMT participa de audiência pública sobre ações de combate a desastres por alagamento

O secretário Marco Antonio Ayres, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), participou da audiência explanando obras que já foram concluídas

04/06/2019 15:22

A Prefeitura de Teresina participou de audiência pública na Câmara dos Vereadores, na manhã desta quarta-feira, 4, para discutir as políticas de prevenção e combate a desastres de Teresina, em relação a alagamentos por chuvas, como exemplo do Parque Rodoviário.

O secretário Marco Antonio Ayres, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), participou da audiência explanando obras que já foram concluídas ou que estão em execução com o intuito de reduzir os efeitos das chuvas intensas em Teresina e evitar desastres por alagamento.

“Fizemos um breve resumo sobre as obras do Lagoas do Norte, das estações bombeamento, das avenidas adjacentes aos rios Parnaíba e Poty que estão sendo edificadas, tipo a via Sul, que é um dique grande e que dará uma boa proteção para o pessoal que mora na região da Alegria e do próprio Parque Rodoviário. Falamos das obras na Av. Padre Humberto, que também serve de dique para proteger a região da Vila São Raimundo, Vila Nossa Senhora da Guia”, pontuou Marco Antonio.

Outro ponto abordado pelo secretário foi a construção de galerias que estão sendo executadas ou em planejamento do poder municipal. “Temos o Plano Diretor de Drenagem de Teresina, que identificou oito grandes bacias e já preparou seus projetos executivos. Já se investiu 18 milhões e as duas primeiras galerias já estão saindo do papel. Temos a galeria do Portal da Alegria, que está sendo licitada, e a galeria do bairro São Pedro, que será a próxima. E temos também a galeria da zona Leste, já em andamento”, comentou.

A Lei de Drenagem de Teresina, instituída em 2015, também foi ressaltada como ação efetiva na redução dos alagamentos pluviais. “A Lei determina que estabelecimentos com mais de 500 m² de piso impermeável possuam um plano de drenagem e que durante as chuvas, a água escoada dentro das propriedades seja contida e liberada nas ruas aos poucos, evitando grande fluxo de água imediato na ruas, e consequentemente situações de alagamento”, concluiu o secretário da Semduh, Marco Antonio Ayres.

Fonte: Ascom PMT

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
Escolhidas as majestades do carnaval de 2020
Firmino faz prestação de contas e garante recursos para próximo prefeito
Corso de Teresina vai premiar 20 melhores fantasias no evento
Autoridades farão vistoria para coibir mendicância de venezuelanos nos sinais de trânsito