Famílias vítimas da tragédia do Parque Rodoviário continuam recebendo assistência

Atualmente, das 132 famílias atingidas, pelo menos 73 permanecem inclusas no programa Cidade Solidária

05/06/2019 11:27

Há dois meses da enxurrada que atingiu o Parque Rodoviário, na zona Sul de Teresina, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), segue mantendo a assistência às famílias afetadas pela tragédia. 

Atualmente, das 132 famílias atingidas, pelo menos 73 permanecem inclusas no programa Cidade Solidária, que atua oferecendo moradias por meio do aluguel social ou acolhimento remunerado. As famílias cujo perfil social e financeiro não se adequaram às exigências para receber o benefício receberam cestas básicas, além de kits de limpeza e acolhimento.

Dona Raimunda Ferreira, ambulante e moradora do Parque Rodoviário, conta que a inclusão dela e da família no Cidade Solidária minimizou os danos causados pela enxurrada. “Após a tragédia, nós não podíamos nos reerguer por nós mesmos, porque trabalhávamos na venda de alimentos e a água que invadiu nossa casa estragou tudo o que eu iria vender. Estamos recebendo o benefício, além de cestas básicas. E isso está nos ajudando a nos mantermos firmes e a nos reerguermos”, ressalta a ambulante.

A Gerente de Proteção Social Básica (GPSB) da Semcaspi, Kânia Britto, ressalta que a Secretaria mantém uma de suas unidades como ponto base de atendimento das vítimas da enxurrada. “É importante que a comunidade saiba que o Cras Sul IV continua lá, presente, e a Semcaspi também. Eles têm nossos contatos e somos facilmente localizados. Participamos de uma audiência pública, na qual se identificou que não havia nenhum descumprimento do que foi acordado, dentro dos nossos compromissos e do nosso fazer”, reforça Kânia Brito.

Apesar de já passados os dois meses dos benefícios já oferecidos, como o Cidade Solidária, todos os programas ainda estão à disposição da população, de acordo com a demanda. O cadastramento necessário para a inclusão no benefício pode ser feito no CRAS Sul IV, que fica na rua São Raimundo Nonato, bairro Redenção. “A Prefeitura mantém seus esforços para recuperar aquela comunidade, através da assistência social, que se mantém presente agora na entrega dos benefícios eventuais, como cestas básicas, kits acolhimento e kits limpeza. E mantemos também o CRAS da região como ponto de referência para o atendimento da região”, complementa o secretário da Semcaspi, Samuel Silveira.

Fonte: Ascom PMT

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
Escolhidas as majestades do carnaval de 2020
Firmino faz prestação de contas e garante recursos para próximo prefeito
Corso de Teresina vai premiar 20 melhores fantasias no evento
Autoridades farão vistoria para coibir mendicância de venezuelanos nos sinais de trânsito