Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
TRAGÉDIA AINDA PODE DAR CADEIA

PROCESSO POR HOMICÍDIO NA TRAGÉDIA DE ALGODÕES PRESCREVEU, MAS O MPF AINDA QUER A CONDENAÇÃO DE WELLINGTON DIAS POR DANO AO MEIO AMBIENTE

01/05/2019 20:27 - Atualizado em 01/05/2019 20:44

Wellington escapou do julgamento por homicídio culposo, mas MPF ainda quer o julgamento pelo dano ao meio ambiente (foto: Jailson Soares | politicaDinamica.com)

Há alguns meses, um feliz governador Wellington Dias (PT) anunciou à imprensa que estava livre do processo que respondia por homicídio culposo no caso do rompimento da Barragem de Algodões. Dez anos após a tragédia daquele 27 de maio de 2009, o crime prescreveu sem que Wellington Dias fosse a julgamento. Mas a responsabilidade por outros supostos crimes ainda podem ser um problema na vida do petista.

Está marcada para o próximo dia 15 de maio de 2019 o retorno à pauta de julgamento do Superior Tribunal de Justiça a APn 874/DF. Esta é a ação penal que apura a suposta prática dos crimes de dano em Unidades de Conservação (art. 40 da Lei 9.605/98) e de poluição, com resultado de tornar área imprópria para a ocupação humana e de interromper o abastecimento público de água de uma comunidade (art. 54, § 2o, I e III, da Lei 9.605/98), em decorrência do rompimento da Barragem de Algodões.

Além de Wellington Dias figurar como réu, a ex-presidente da EMGERPI Lucile Moura era corré na ação penal. Mas por falta de foro privilegiado, a parte do processo que trata das responsabilidades de Lucile Moura no episódio foi desmembrada e remetida à Justiça Comum do Estado do Piauí.

Espera-se que, desta vez, haja pelo menos um julgamento que os declare inocentes ou culpados.

Os artigos pelos quais Wellington e Lucile são acusados são os seguintes:

Art. 40. Causar dano direto ou indireto às Unidades de Conservação e às áreas de que trata o art. 27 do Decreto nº 99.274, de 6 de junho de 1990, independentemente de sua localização:

Pena - reclusão, de um a cinco anos.

Art. 54. Causar poluição de qualquer natureza em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de animais ou a destruição significativa da flora:

Pena - reclusão, de um a quatro anos, e multa.

§ 2º Se o crime:

I - tornar uma área, urbana ou rural, imprópria para a ocupação humana;

III - causar poluição hídrica que torne necessária a interrupção do abastecimento público de água de uma comunidade;

Pena - reclusão, de um a cinco anos.

O QUE DIZEM OS CITADOS

O Política Dinâmica entrou em contato com o advogado Germano Tavares, que faz parte da banca de advogados que defende o governador Wellington Dias. Ele diz que “nos processos que tenha como parte o senhor José Wellington Barroso de Araujo Dias, a defesa só irá se manifestar nos autos do processo e/ou quando houver o trânsito em julgado da ação”.

Não conseguimos contato com a defesa de Lucile Moura. O espaço está aberto para manifestações.


Comentários (1)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
    off white jordan 1 em 19 de julho de 2019 às 22:07

    I as well as my friends appeared to be looking through the best strategies from the blog and then before long got a terrible suspicion I never expressed respect to the web site owner for those strategies. Those women were definitely as a result warmed to see all of them and have pretty much been making the most of these things. Many thanks for getting quite thoughtful and also for picking such exceptional ideas most people are really eager to understand about. My personal honest regret for not expressing gratitude to you earlier. off white jordan 1 [url=http://www.off-whiteshoes.us.com]off white jordan 1[/url]

Notícias relacionadas
ELES QUEREM 40% ANTES DE PAGAR
ELES QUEREM 40% ANTES DE PAGAR
JÁ TÁ DE VERMELHO!
JÁ TÁ DE VERMELHO!
ELE NÃO É OBRIGADO A LEGISLAR CONTRA SI
ELE NÃO É OBRIGADO A LEGISLAR CONTRA SI
QUEM DECIDE? MARCELO OU THEMÍSTOCLES?
QUEM DECIDE? MARCELO OU THEMÍSTOCLES?