Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
R$ 12 MILHÕES PROS INTERMEDIÁRIOS

EMPRESÁRIA PRESA NA OPERAÇÃO RAGNAROK CONTOU QUE “PONTES” ENTRE ELA E O CONSÓCIO NORDESTE RECEBERAM 25% DA COMPRA DE RESPIRADORES

11/06/2020 18:00 - Atualizado em 11/06/2020 20:21

Governadores do Nordeste se juntaram para comprar respiradores e metade do valor foi lucro de empresários e comissões de intermediários, segundo depoimento de empresária (Foto: Marina Silva/Correio24Horas)

Um negócio da China em todos os sentidos! Informa o jornalista Dinarte Assunção, em matéria do jornal potiguar Tribuna do Norte, que intermediários embolsaram R$ 12 milhões na negociação de respiradores com o Consórcio Nordeste. Isso representa quase 25% do que os estados gastaram com a compra dos equipamentos.

Mesmo antes da pandemia existir, o Política Dinâmica já apontava que o Consórcio Nordeste existiria para duas finalidades: dribles licitatórios e trincheira política contra o Governo Federal.

O jornalista Dinarte Assunção afirma ter tido acesso ao depoimento de uma empresária presa na Operação Ragnarok. E segundo o documento, Cristiana Prestes, da Hempcare Pharma Representações Ltda – acusada de estelionato – afirmou ter pago R$ 12,4 milhões a três intermediários. Dois deles teriam sido a “ponte” entre ela e o Consórcio Nordeste. Um terceiro ajudaria na intermediação da compra propriamente dita com uma empresa da China.

Segundo a empresária, ele mesma e seu sócio ficaram com mais R$ 9 milhões, dinheiro declarado às autoridades monetárias brasileiras, mas que está depositado no exterior.

Ou seja: quase metade do negócio – mais de R$ 22 milhões – foi lucro para os intermediários do Consórcio Nordeste.

Leia a matéria completa aqui!

Comente!

ANTERIOR

ELA NÃO DECLAROU A PROPINA

PRÓXIMA

DESIDRATAÇÃO DO CAPITÃO E O VOTO ÚTIL