Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
"NINGUÉM MORREU SEM LEITO"

APÓS DECLARAÇÕES DE DR. PESSOA, LUCY SOARES DIZ QUE FIRMINO FAZIA "GESTÃO HONESTA E CORAJOSA" E DEIXA CRÍTICA AO ATUAL PREFEITO NO AR

07/04/2021 16:25 - Atualizado em 07/04/2021 16:43

Em meio à dor da perda repentina, família de Firmino ainda tem que lidar com milícia digital e declarações desrespeitosas (foto: jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

Declarações de Doutor Pessoa (MDB) que relativizaram a importância e o legado de Firmino Filho machucaram familiares e amigos do ex-prefeito, que morreu ontem (6). E causou reação. Quando o cortejo chegou em frente à Prefeitura de Teresina, a deputada Lucy Soares fez questão de marcar a diferença entre seu marido e políticos como o atual gestor da capital.

"Ano passado, nenhum piauiense morreu por falta de leito", ressaltou Lucy. A frase, repetida duas vezes a jornalistas e populares, fez as pessoas lembrarem que há três semanas um idoso morreu no chão de uma unidade básica em Teresina, na gestão de Pessoa.

Na fila de espera por uma UTI, um idoso de 86 anos morreu sem conseguir ao menos uma maca, perdeu a vida no chão e na gestão de Doutor Pessoa (foto: redes sociais)

Investir todos os esforços da Prefeitura no combate às pandemia custou caro a Firmino Filho do ponto de vista político. Mas do ponto de vista administrativo e pessoal, o ex-prefeito era absolutamente certo de que suas decisões evitaram muitas mortes. Esse é um exemplo de como a gestão técnica -- acima dos interesses políticos -- é um dos muitos legados que Firmino deixa para Teresina.

Lucy teve que defender memória de Firmino e seu trabalho após declarações do atual prefeito (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

Lucy fez questão de resumir que Firmino Filho deixa para Teresina uma referência de postura e um conjunto de realizações que serão sempre lembrados. "A cidade perdeu um líder maravilhoso, um gestor honesto e um cidadão apaixonado por Teresina", reforçou.

Comente!

ANTERIOR

DOUTOR PESSOA TERCEIRIZA PROBLEMA DO TRANSPORTE

PRÓXIMA

ESTRATÉGIA OU COVARDIA DO PSDB?