Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
PSD ENXERGA MARCELO COMO CANDIDATO

FONTES LIGADAS A GEORGIANO E JÚLIO CÉZAR ACREDITAM QUE PARA MDB FICAR NA CHAPA MAJORITÁRIA, O CANDICATO A GOVERNADOR DEVE SER MARCELO

05/03/2021 17:26 - Atualizado em 05/03/2021 17:58

Fonte extremamente ligada ao deputado estadual Georgiano Neto e ao deputado federal Júlio Cézar Lima garantem que o PSD não abre mão de indicar um nome para vice na chapa governista para as eleições de 2022. E esse fato, segundo avaliação do partido, dá vantagem ao senador Marcelo Castro (MDB) diante do secretário e Fazenda Rafael Fonteles (PT) na disputa pela cabeça da chapa.

Essa é a trinca que o PSD acredita que pode disputar as eleições de 2022 (fotos: Jailson Soares | politicaDinamica)

CALCULANDO

A conta é simples: hoje, os três maiores partidos da base de Wellington Dias são o PT do governador, o MDB de Marcelo e o PSD de Júlio Cézar. Se o PT já terá Wellington disputando o Senado e Júlio quer ser o vice, ao MDB só resta a cabeça de chapa -- ou ficar de fora dela, o que não se sustenta na lógica emedebista, convenhamos.

ANTIPETISMO E RECONHECIMENTO

Segundo a fonte, Júlio Cézar já teria comentado o cenário com outros políticos, apontando que ainda existe um problema de "antipetismo" que não pode ser subestimado. Na avaliação do deputado federal, o atual governador até teria condições plenas de disputar uma vaga de senador e ser vitorioso, mas apostar no PT para a cabeça da chapa é arriscar a chapa inteira.

Não há cenário previsível que o PSD possa pintar que dê a Wellington Dias um caminho fácil pro Senado; não é só "antipestismo", mas um desgaste de 20 anos no poder e todo tipo de crise em suas gestões do Governo do Estado (foto: Jailson Soares | politicaDInamica.com)

Nesse sentido, filiar Rafael Fonteles no MDB, por exemplo não faz do secretário de Fazenda mais candidato. "No MDB, eles querem um emedebista raiz. Olha aí o que aconteceu com o Doutor Pessoa. Se for neófito, ninguém quer, por isso a vantagem é de Marcelo", reforça a fonte.

A postura de Marcelo Castro já se renovou nas redes sociais: mais ousado e discursivo (foto: Jailson Soares | PoliticaDInamica.com)

Talvez por esse prisma é que seja possível, inclusive, perceber uma nova postura política de Marcelo, que até aqui não se insinuava candidato, mas já começou trabalho de posicionamento em redes sociais. 

O PROJETO DO PSD

O PSD tem a certeza de que a vice vai ficar com a sigla. Se não for na chapa do governo, então será na de oposição. Júlio e Georgiano possuem 42 prefeitos fiéis ao projeto deles. Júlio quer ser vice, Georgiano federal e a atual vaga de deputado estadual da família seria preenchida ou pelo meio-irmão de Georgiano, o advogado Júlio Cézar Filho, ou por Simone Pereira, ex-candidata a prefeita de Teresina.

Ao que parece, Júlio e Marcelo devem estar conversando mais que o normal nas últimas semanas: o projeto de um fortalece o projeto o outro (foto: Jailson Soares | politicaDinamica.com)

Inegavelmente, os prefeitos do PSD podem fazer a diferença numa campanha.

E Ciro Nogueira, certamente, está de braços abertos para quem sobrar da disputa de vaidades governistas.

Marcos Melo

Marcos Melo

Jornalista

Comente!

ANTERIOR

LUCAS E A SÍNDROME DE ESTOCOLMO

PRÓXIMA

ALDOLFO NUNES VAI PERDER A BRIGA