Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
O DA FOTO E O DE FATO

ADVERSÁRIOS AVALIAM E ALIADOS ADMITEM: ROBERT RIOS FOI O ÚNICO QUE DESCEU DO PALANQUE E É HOJE O MOTOR DA PMT ENQUANTO DR. PESSOA FICA SÓ NO DISCURSO

19/01/2021 18:08 - Atualizado em 19/01/2021 18:32

Já é bastante significativa a diferença que o mandato de Doutor Pessoa (MDB) já implantou no Palácio da Cidade, sede da Prefeitura Municipal de Teresina. Nas últimas décadas, só um vice-prefeito mandou igual a prefeito na capital: Elmano Ferrer (à época no PTB) quando Silvio Mendes (PSDB) deixou o cargo para ser candidato. Na atual gestão, o vice Robert Rios (PSB) já manda mais que Pessoa, e olha que são apenas três semanas de gestão.

Ter boa intenção não significa ser bom gestor: adversários e aliados avaliam que Pessoa pode até ser mais simpático, mas é Robert quem tem sido o prefeito até aqui (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

Claro que a caneta é do Doutor. Mas quem sabe o que ela tem ou não tem que assinar é Robert. Hoje ele é mais que vice, mais até que secretário de Finanças. Robert é o único da chapa que desceu do palanque e começou a fazer o que um prefeito tem que fazer.

Tem tido a noção administrativa para traçar o caminho da Prefeitura, a humildade de pedir ajuda a quem for necessário e possui sabedoria política para não deixar o MDB fazer na PMT o que faz no Governo do Estado.

Themístocles não manda em Robert: nos bastidores a informação é de que Robert não queria entregar tantos espaços ao MDB e fazer um gestão mais técnica do que Pessoa escolheu (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

A avaliação de adversários políticos é de que Rios tomou as rédeas da Prefeitura -- na medida que lhe é permitido fazer -- para que os serviços mais básicos não sejam interrompidos. Do contrário, o colapso já estaria à porta.

O protagonismo em mais algumas semanas será inevitável, uma vez que tem ocupado espaços administrativos que Pessoa não alcança e tomado cuidados políticos que o prefeito não toma . Já os aliados admitem: Pessoa conversa, Robert faz. Um, prefeito na foto, o outro, prefeito de fato.

Diferente de Robert, Pessoa nomeou parentes e tem relutado em diminuir tamanho da máquina pública; vice quer mais austeridade e defendia enxugamento de estruturas (foto: Jailson Soares | PoliticaDInamica.com)

É possível, inclusive, que a história lá de trás (entre Silvio e Elmano) se repita e, em breve, Robert Rios assuma a Prefeitura. Afinal, o gosto de Pessoa pelo palanque ainda parece ser tão grande, que é como se ele quisesse disputar o Governo do Estado em 2022, emendando uma eleição na outra.

Não dá para duvidar. 

Mas lá na frente vai ser outra eleição, onde o fenômeno de 2020 não é mais novidade. E se é Robert quem está dando resultado hoje, talvez seja o nome dele que o povo vai querer governador amanhã.

Comente!

ANTERIOR

JOGOU PRA BOLSONARO

PRÓXIMA

PREFEITURA RECONHECE DÍVIDA COM SETUT