Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
MAIS UMA CABEÇA NA BANDEJA

PRESSÃO DO SECRETÁRIO FÁBIO ABREU E DO GOVERNO DO ESTADO PODE TER SIDO MOTIVO DA DEMISSÃO DA JORNALISTA SAMANTHA CAVALCA

29/01/2020 16:55 - Atualizado em 29/01/2020 23:51

Perseguição política: nos bastidores do poder, sabe-se que Fábio Abreu trabalhou com aval de Wellington Dias para tirar Samantha do ar (imagem: Marcos Melo | PoliticaDinamica.com | Instagram)

A elite petista que manda no governo patrocinou mais uma mudança no noticiário do Piauí. A jornalista Samantha Cavalca foi demitida da TV Antena 10. O motivo? Política. Pura e simples.

Pesquisas encomendadas por pré-candidatos ligados ao governador Wellington Dias à Prefeitura de Teresina apontavam um “incômodo” destaque do nome de Samantha para composição de chapa majoritária. Para esse pessoal, jornalista só presta fazendo propaganda. Se não for isso, não serve.

ESTRATÉGIA ELEITORAL

Governistas querem transformar a eleição numa disputa de popularidade, deixando comparação de gestões de lado. Se sobram técnicos do lado do prefeito Firmino Filho (PSDB), de fato lhe falta alguém com trato popular. 

Os marqueteiros de plantão ligados ao atual secretário de Segurança Fábio Abreu (PL) temem que Samantha possa ser indicada a vice do candidato do Palácio da Cidade pelo PP de Ciro Nogueira. E, assim, compensar a “falta de sal” dos técnicos da PMT.

Wellington Dias e Fábio Abreu: agindo com a força do governo do Estado para movimentar o cenário em favor de seus interesses (foto: marcos Melo | politicaDinamica.com)

Nos bastidores fala-se que a pressão pela demissão de Samantha partiu do próprio Fábio Abreu, com o aval e a liberdade sempre garantidos pelo governador.

E que empresário quer briga com governo e polícia ao mesmo tempo, não é?

Para Fábio Abreu seria bem difícil contestar uma mulher lhe apontando o dedo na cara na hora de falar verdades sobre as mentiras contadas para bancar a “boa imagem” da Segurança Pública do Piauí. Tirar Samantha do ar, na avaliação de sua equipe eleitoral, é diminuir a influência dela. Mas a internet não tem porteira. 

Samantha se tornou um ícone popular em Teresina e um perigo potencial contra os interesses de Fábio Abreu e Wellington Dias (foto: Instagram)

Abreu está tentando eliminar adversários para a eleição de agora e Wellington, claro, diminuindo a influência de Ciro Nogueira (PP) na mídia local, já pensando em 2022, afinal, W.Dias já tem Ciro na conta de inimigo. E vice-versa.

ALGUÉM DUVIDA?

O jeito petista de trabalhar a mídia deixa rastros bem claros da atuação direta do governo. No lugar de Samantha Cavalca no programa Bancada Piauí está a jornalista Alexandra Vieira, militante proativa dos petistas.

A substituta de Samantha na Antena 10 é petista de carteirinha nas redes sociais

As redes sociais dela são incontestáveis nesse sentido. Durante o processo de impeachment da ex-presidente petista Dilma Rousseff, fez posts contra a deputada Iracema Portela (PP) que votou contra o PT. Em 2018, fez festa com o “queridíssimo” e “guerreiro” petista Fernando Haddad. E por aí vai…

Inclusive, um perfil bem diferente do que se vê na RecordTV Nacional. 

Sutileza passou bem longe do Karnak.

O secretário Fábio Abreu foi procurado para comentar o assunto, mas não se manifestou. A jornalista Samantha Cavalca acredita que sua demissão foi, de fato, perseguição política, mas não quis dar declarações.

[Atualização às 23h47 do dia 29 de janeiro de 2020]

O secretário de Segurança Fábio Abreu se manifestou às 23h33 sobre a matéria. Segundo ele "jamais faria esse tipo de coisa com quem quer que seja, muito menos com a Samanta que não tenho absolutamente nada contra ela (sic), não tenho nada contra nenhum membro da imprensa. Sou a favor de uma imprensa livre".

[Fim da atualização]

ANTERIOR

O CUSTO DE PROTEGER REJANE

PRÓXIMA

CARROS DESCARACTERIZADOS NA CASA DO GOVERNADOR