Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
LAMBENDO BOTAS DO PT?

WELLINGTON DIAS VAI PARA O VAREJO, DESIDRATA LIDERANÇA DE CIRO NOGUEIRA DENTRO DO PROGRESSISTAS E REDUZ INFLUÊNCIA DE SEU PRINCIPAL ALIADO

03/05/2019 18:38

Wellington passa por cima de Ciro e controla metade da bancada do PP (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

Antes de mais nada, oficialmente, o Progressistas em palavras de seus presidentes estadual e nacional se disse satisfeito com o espaço que Wellington Dias (PT) lhe concedeu na montagem de seu novo governo. A ressalva ficou “apenas” na indicação da Secretaria de Meio Ambiente, que tanto o deputado Júlio Arcoverde quanto o senador Ciro Nogueira consideram “cota pessoal do governador” e não um espaço do PP.

Dito isto, as explicações e análises são nossas. E vamos partir daí: a indicação da SEMAR. O golpe que Wellington Dias deu no PP não foi pequeno. O governador havia dito ao PP que a pasta do Meio Ambiente seria deles. O nome escolhido pelo partido foi o o suplente de deputado federal e presidente municipal da sigla Mainha.

Ao indicar a irmã sem consultar seu partido, Margarete Coelho também ajudou a enfraquecer a figura do senador Ciro Nogueira (imagem: reprodução)

Mas ignorando a indicação, Wellington ofereceu o espaço para a deputada federal Margarete Coelho, que foi sua vice na última gestão. Sem qualquer consulta ao partido, Margarete indicou a irmã Sádia Castro. Uma crise interna que o governador plantou no PP.

Veja o vídeo!


RECONHECIMENTO

Pode-se dizer muita coisa do senador Ciro Nogueira, menos que ele não foi fundamental para o governo e a campanha de Wellington Dias nos últimos 4 anos.

O PP teve a segunda maior votação proporcional em 2018, ficando atrás apenas do PT. Foi surfando inclusive na campanha de Ciro Nogueira que Wellington Dias foi eleito e o MDB também fez seu senador, Marcelo Castro.  

Mas o reconhecimento disso não acontece se você olhar com cuidado para a montagem do governo de Wellington Dias.

PROPORÇÃO

O PP entrou no governo passado com 1 deputado estadual, Júlio Arcoverde, uma deputada federal, Iracema Portela, e um senador, Ciro Nogueira. Aos progressistas foram entregue o Detran e a SETRANS.

Agora, com 5 deputados estaduais, 2 deputadas federais e 1 senador, o PP, além do Detran e STRANS, recebeu a Mineração, ADAPI e Meio Ambiente.

O PP só tem uma pasta entre as 10 maiores do estado, e é a última desse ranking (imagem: reprodução | PoliticaDInamica.com)Já sabemos que o Meio Ambiente não é encarado como cota do partido, mas indicação pessoal do governador. E embora neguem oficialmente, também se sabe que a indicação do deputado Wilson Brandão para a Mineração e a entrega da ADAPI nas mãos do deputado Firmino Paulo foi um acerto de Wellington Dias no “varejo”.

No final das contas, a SETRANS deixou, inclusive, de ser uma indicação de Ciro Nogueira e Iracema para ser do deputado Hélio Isaías. Assim, ao negociar direto com os deputados, Wellington Dias diminuiu a influência de Ciro sobre eles. Uma movimentação política para o futuro, claro.

TAMANHO X ESPAÇO

O PR não tem nem a metade da bancada do PP e comanda duas vezes mais orçamento que progressistas e emedebistas juntos

De todo modo, deixando a política de lado, também podemos ver que a matemática não é a das melhores para os progressistas. Dentre as 10 maiores pastas do governo, apenas uma é do PP, exatamente a SETRANS, que não é mais indicação de Ciro.

O PP teve 16,02% dos votos válidos para deputado estadual; 14,79% dos votos válidos para deputado federal e o senador eleito com mais votos, 29,92% dos votos válidos.

O MDB teve menos: 15,72% dos votos válidos para deputado estadual; apenas 5,75% dos votos válidos para deputado federal e o senador eleito em segundo lugar com 27,06% dos votos válidos.

Pois bem, o Departamento de Estradas e Rodagens que é indicação do senador Marcelo Castro tem, sozinho, orçamento quase igual ao que todas as pastas do Progressistas possuem juntas. Em 2019, o DER tem orçamento de R$ 233 milhões. Os Progressistas vão ordenar despesas de R$ 261 milhões. Tirando o Meio Ambiente que o PP não considera cota do partido, o valor cai para R$ 232 milhões. O MDB unido terá um orçamento de R$ 472 milhões no Governo do Estado.

Outra comparação? Pois bem, com apenas 3 deputados estaduais e um federal, o PR comanda duas vezes mais orçamento que PP e MDB juntos.  O Progressistas estão acomodados num modesto 4º lugar no ranking dos partidos apaniguados por Wellington Dias.

Se você lembrar do balão que Wellington Dias deu em Ciro Nogueira quando não entrou na disputa pelo comando da Assembleia, a situação chega a ser humilhante.

O estranho é por muito menos, bem menos que isso, Ciro rompeu com Wilson Martins (PSB) em 2013.

Mas vai entender, né?

Comentários (3)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
    supreme new york em 20 de julho de 2019 às 05:07

    I must convey my affection for your kindness giving support to people who should have help on this area of interest. Your personal dedication to passing the solution across had been especially important and has all the time enabled those like me to get to their dreams. Your amazing insightful help and advice indicates a lot a person like me and a whole lot more to my mates. Best wishes; from all of us. supreme new york [url=http://www.supremenewyork.us.com]supreme new york[/url]

    Edimar Alencar em 05 de maio de 2019 às 15:05

    Boa tarde meu amigo Marcos Melo,lendo aqui seus análises, realmente foi um balão que o governador Wellington Dias deu não no senador ciro e Júlio Arcoverde e sim no partido, o que nos temos que entender é que o governador tenta enfraquecer todos os partidos e deixar fortalecido o PT, ora os partidos tem que buscar seus espaços e assim observo que o senador Ciro Nogueira e o deputado Júlio Arcoverde busca crescer o partido com espaço em Teresina, e isso o prefeito Firmino por reconhecimento pelo que o senador vem fazendo por Teresina .

    Paulocruz47 em 04 de maio de 2019 às 13:05

    Vamos ter clareza nas postagens. O Wellington nunca dependeu do Ciro Nogueira, muito pelo contrário. Votei no Ciro a primeira vez pra não vê Mão Santa de volta ao poder e criamos um monstro igual ao Wilson Martins. O Ciro tem que lamber as botas do PT porque senão nunca mais se elege a nada e assim será. Temos que ter condidatos voltados para o Piauí e não pra enriquecimento próprio. Já chega de Ciro. E no próximo ano vamos botar um prefeito do PT em Teresina porque ninguém aguenta mais o PSDB e Teresina tá totalmente abandonada. Precisamos cuidar e vamos fazer. Escreve aí!

Notícias relacionadas
ELES QUEREM 40% ANTES DE PAGAR
ELES QUEREM 40% ANTES DE PAGAR
JÁ TÁ DE VERMELHO!
JÁ TÁ DE VERMELHO!
ELE NÃO É OBRIGADO A LEGISLAR CONTRA SI
ELE NÃO É OBRIGADO A LEGISLAR CONTRA SI
QUEM DECIDE? MARCELO OU THEMÍSTOCLES?
QUEM DECIDE? MARCELO OU THEMÍSTOCLES?