Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
SUSPEITA
GOVERNO TEM CONTRATOS COM EMPRESÁRIO PRESO PELA PF

GESTÃO DE W.DIAS MANTÉM NA FUNDESPI, SEINFRA E SESAPI CONTRATOS COM EMPRESA SUSPEITA DE FRAUDE MESMO APÓS RECEBER DENÚNCIA DA PREFEITURA DE TERESINA

09/01/2018 19:18 - Atualizado em 09/01/2018 20:20

O Governo Do Estado foi alertado pela Prefeitura de Teresina sobre fraudes cometidas pela VR Serviços; a PMT enviou ofício à SEFAZ sobre certidões falsificadas (fotos: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

Em outubro de 2017 foi preso o ex-prefeito de Prata do Piauí, Antônio Parambu. Era a Operação Argentum, da Polícia Federal, que prendeu, também, o empresário Venilson Oliveira da Rocha, proprietário da VR Serviços. A PF investigava -- e continua investigando -- desvios de recursos oriundos dos precatórios do Fundef. A empresa foi denunciada pela Prefeitura Municipal de Teresina à Receita Federal, ao Ministério Público Estadual e à Secretaria Estadual da Fazenda. Mesmo assim, o Governo do Estado do Piauí continua mantendo e aditando contratos com esta empresa, suspeita de existir apenas para fazer o esquema funcionar, segundo aponta o Ministério Público Federal.

O ex-prefeito Antônio Parambu (em destaque na foto), de Prata do Piauí, foi preso na mesma Operação Argentum da Polícia Federal em que foi preso o empresário Venilson Rocha; a PF investiga desvios de recursos do Fundef e ainda pode ter muitos desdobramentos (foto: Facebook)


OBRA NA SEINFRA

Em 2015, a VR Serviços foi contratada pela Secretaria de Infraestrutura para construir uma quadra poliesportiva no município de Barra D'alcântara, que fica a 230 km de Teresina. 

A Coordenadoria de Comunicação não informou se a tal quadra poliesportiva que deveria ter sido executada pela VR Serviços com recursos geridos pela secretária Jannaina Marques foi concluída (foto: Gustavo Almeida | PoliticaDinamica.com)

É a mesma região do município de Novo Oriente. O contrato N° 14/2015 apontava que os recursos eram integralmente do Governo do Estado. Mas a Coordenadoria de Comunicação do Estado do Piauí silenciou diante do questionamento sobre a conclusão da obra.


OBRA NA SESAPI

Uma outra obra com o Governo do Estado, agora, a VR Serviços foi escolhida por carta convite para realizar a reforma da fachada e da cobertura do Hospital Infantil Lucídio Portela. 

Francisco Costa, pré-candidato a deputado estadual pelo PT, estava no comando da Secretaria Estadual de Saúde quando a VR Serviços foi contratada por carta convite para reforma do Hospital Infantil (foto: Jailson Soares | politicaDinamica.com)

A Comunicação do Estado também não respondeu se a obra foi entregue ou ainda está em fase de execução. Aqui, o que se sabe é que um ano e maio após a contratação da VR Serviços, ainda surgiam denúncias sobre infiltrações no hospital quando Deus mandava uma chuvinha para esfriar o calor do Piauí. É o que mostra uma reportagem do G1.com/Piauí, com data de 27 de julho de 2017. Tem até vídeo no material publicado.


OBRA DA FUNDESPI

A Fundação Estadual de Esportes, vinculada a Secretaria de Educação, tem contrato de mais de R$ 800 mil com a VR para a construção de uma quadra poliesportiva no município de José de Freitas. 

Tal qual seu antecessor Vicente Sobrinho, o atual presidente da FUNDESPI, Paulo Martins, ex-prefeito de Campo Maior, também assinou aditivo com a VR Serviços num contrato de mais de R$ 800 mil (foto: Jailson Soares | politicaDinamica.com)

Os recursos são do Ministério dos Esportes. Teve aditivos assinados pelo ex-presidente Vicente Sobrinho e pelo atual, pré-candidato a deputado federal pelo PT, Paulo Martins, ex-prefeito de Campo Maior. Só na Fundespi, o contrato da VR Serviços passa dos R$ 800 mil. E o contrato foi aditado após a Secretaria de Fazenda do Estado receber denúncia contra a empresa.


PREFEITURA DE TERESINA DENUNCIOU A EMPRESA

A empresa de Venilson Rocha também possui contratos com a Prefeitura de Teresina. Segundo a PMT, a VR Serviços foi vencedora legal de diversas licitações de prestação de serviços e em todo os casos, os serviços foram executados, comprovados e só então os valores referentes a eles pagos. Tudo após análise da Controladoria do Município. Por força legal, a PMT não poderia se negar a contratar a empresa.

Ainda em 2016, o então secretário municipal de Finanças, Jalisson Hidd, denunciou a VR Serviços à Receita Federal, ao Ministério Público Estadual e à Secretaria de Fazenda do Estado; até hoje, mais de um ano depois, nenhuma informação ou determinação retornou destes órgão segundo a PMT (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

Porém, no caso da Prefeitura, a administração municipal ainda chegou a detectar indícios de fraude e falsificação em certidões negativas apresentadas pela VR Serviços. Segundo a PMT, o Ministério Público Estadual, a Secretaria Estadual de Fazenda e a Receita Federal foram informados para que fossem tomadas as medidas cabíveis. Porém, mais de um ano depois, nem MPE, SEFAZ ou Receita Federal deu retorno sobre as denúncias feitas pela Prefeitura de Teresina.

Veja as denúncias abaixo.


Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
EMPRÉSTIMO SUSPENSO
URGENTE: A CASA CAIU!
URGENTE: A CASA CAIU!
LAVA JATO
CIRO RADIOATIVO
CIRO RADIOATIVO
GOVERNO NA CRISE
CRISE NO GOVERNO
CRISE NO GOVERNO
SEM SALDO
FACHIN NÃO LIBEROU O EMPRÉSTIMO
FACHIN NÃO LIBEROU O EMPRÉSTIMO