Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
EDUCAÇÃO: GIL OU CHICO?

EX-PREFEITO DE SÃO JOÃO DO PIAUÍ E EX-PRESIDENTE DA OAB DISPUTAM NOS BASTIDORES A INDICAÇÃO PARA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO NA REFORMA ADMINISTRATIVA

17/01/2021 13:48 - Atualizado em 19/01/2021 10:33

Em breve teremos a reforma administrativa de Wellington Dias (PT). O governador vai preparar o rolo compressor do Governo do Estado para as eleições de 2022. E nos bastidores a briga grande é pela secretaria de Educação. Rejane Dias e Rafael Fonteles disputam a indicação. A mulher do governador quer o ex-prefeito de São João do Piauí, o médico Gil Carlos no cargo; o secretário de Fazenda quer o amigo Chico Lucas, advogado. Cada um com seus esqueletos no armário e nenhum deles parecendo bom caminho pro Piauí.Gil e Chico: ambos estão querendo entrar no mesmo elevador para chegar num andar bem acima do que se encontram hoje na política; resta saber quem vai sair sorrindo de dentro dele (fotos: Jailson Soares | PoliticaDInamica.com)

Rejane saiu da Secretaria de Educação porque foi na gestão dela que aconteceu o maior desvio de recursos públicos comprovados da história do Piauí. Petistas roubando dinheiro de transporte escolar num esquema que se espalhou por prefeituras e outras secretarias de Estado. Todas as pessoas mais próximas a Rejane já se tornaram réus por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Mais dia, menos dia, vai ser a vez dela.

E quem ela quer que seja secretário? Um ex-prefeito que também participava do esquema. Gil contratou e aditou contratos dos mais suspeitos possíveis em São João Do Piauí. Também não deve tardar para o nome dele aparecer em processos da Operação Topique. Rejane é apegada demais.

Gil é o preferido de Rejane Dias para ocupar SEDUC (foto: Jailson Soares | politicaDinamica.com)

Chico Lucas, ex-presidente da Ordem dos Advogados do Piauí -Seccional Piauí conseguiu quebrar as finanças da instituição em 3 anos de gestão. Ao mesmo tempo, empresas e escritórios de seus amigos de diretoria tiveram uma evolução positiva de lucros e clientes digna da melhor fase da economia chinesa. Chico faz parte do atual grupo que manda na OAB e é o atual presidente do Interpi (Instituto de Terras do Piauí). Chico é amigo íntimo de Rafael, que busca a indicação de Wellington para sua sucessão no governo.

Em favor de Chico, além da amizade com Rafael, está o network que ele tem nos tribunais onde os processos de corrupção dentro da SEDUC estão tramitando (foto: Jailson Soares | PoliticaDInamica.com)

O que está em jogo nessa disputa é o controle de centenas de milhões de reais destinados a obras de reforma de unidades escolares, daqui até a véspera das eleições de 2022. É o dinheiro do precatório do FUNDEF, mais de um bilhão de reais recebidos por Wellington Dias em julho de 2020, no meio da pandemia e que deve ter seu gasto bastante acelerado este ano. Para Rejane, pode significar mais prefeitos votando nela; para Rafael, mais deputados pedindo por ele.

OAB ajuda: Celso Barros também fala nos bastidores em favor da indicação de Chico Lucas, tal qual fez com Aurélio Lobão, indicado por ele para a PGM da Prefeitura de Teresina; na foto, atual presidente da OAB-PI recebe condecoração das mãos do ex-prefeito Ribinha, do PT de Campo Maior; a Operação Topique teve início após denúncia de que Ribinha pagou transporte escolar com nota de merenda após desviar todo o dinheiro do transporte das crianças da cidade (foto: Instagram)

Tem mais: tanto Gil quanto Chico querem mais do que ser secretário de Educação. Querem chegar com força e estrutura suficiente para disputar vaga de deputado federal em 2022.

Aí não tem nenhum santo querendo o bem das criancinhas do Piauí.

Comente!

ANTERIOR

DOUTOR PESSOA TERCEIRIZA PROBLEMA DO TRANSPORTE

PRÓXIMA

ESTRATÉGIA OU COVARDIA DO PSDB?