Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
COVIDÃO: WELLINGTON LAMENTA “ESPETÁCULO”

MESMO DISCURSO DA TOPIQUE: PETISTA DIZ A JORNALISTAS QUE POLÍCIA FEDERAL AGIU COM ABUSO DE AUTORIDADE AO INVESTIGAR CORRUPÇÃO EM SEU GOVERNO

13/01/2021 17:45 - Atualizado em 13/01/2021 17:59

Quando em 2018 a Polícia Federal foi à secretaria de Educação por força da Operação Topique, o governador Wellington Dias (PT) disse que era um “espetáculo” com objetivo de prejudicar sua campanha de reeleição. Agora, em 2021, ano que não tem eleição, o petista fala a mesma coisa sobre a Operação Campanile, que investiga fraudes em licitações dentro da Secretaria de Saúde envolvendo recursos federais para o enfrentamento da pandemia de Covid-19.

Covidão: Wellington Dias criticou operação da PF ao lado do prefeito Doutor Pessoa em visita feita na manhã desta quarta-feira (13) (foto: Jailson Soares | Politica DInamica)

O governador garante que o Estado fez tudo dentro da legalidade. E contou uma piada: “É lamentável que, pra poder pegar um celular, pegar um computador, [coisa que] poderia ter sido requerida, não é, e com toda a facilidade ser entregue”.  

Sim, imaginem um ofício da Polícia Federal assim:

“Senhor secretário Florentino Neto, suspeito de fraudar contratos do governo.

A Polícia Federal está investigando o senhor há meses, mas neste momento precisamos de sua colaboração. Chegou o momento em que gostaríamos que o senhor nos entregasse seu celular e documentos que possam ligar o senhor ao suposto esquema.

Solicitamos, também, que o senhor também possa nos disponibilizar os computadores de trabalho e equipamentos pessoais que possam conter outras informações sobre como se formou a quadrilha que pode estar assaltando os cofres públicos neste momento.

Por fim, seria de grande ajuda que o senhor pudesse entrar em contato com os demais integrantes da suposta organização criminosa e solicitasse que eles, de boa vontade, também entreguem celulares e notebooks.

Confiantes de que o governador Wellington Dias e sua equipe sempre estão disponíveis para colaborar no que for necessário, agradecemos desde já o pronto atendimento deste pedido.

O dia e a hora para a entrega do material solicitado ficam a seu critério.

Nos perdoe por qualquer incômodo.

Atenciosamente,

Equipe de Investigação da Polícia Federal”

Na cabeça do governador Wellington Dias, talvez o ofício devesse ser impresso, inclusive, em papel de carta perfumado.

Veja as declarações de Wellington no vídeo abaixo:

Lamentável mesmo é ter que desconfiar de um governo em cada ato porque, de alguma maneira, a corrupção se instalou dentro dele, ao que parece, de maneira generalizada.

O dinheiro federal que chegou ao Piauí e já foi gasto no combate à pandemia chega a um volume de R$ 530 milhões. Os R$ 33 milhões investigados pela Operação Campanile não chegam a ser 10% desses recursos.

Nos bastidores da política, quem conhece a gestão de Wellington Dias sabe que isso aí tem tudo para ser apenas a ponta do iceberg. Afinal, a porcentagem com a qual trabalha esse governo é bem maior.  

Comente!

ANTERIOR

O DA FOTO E O DE FATO

PRÓXIMA

NA LATA: COVIDÃO E VACINA