Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
OPERAÇÃO ITAORNA
ATÉ DEFUNTO GANHOU LICITAÇÃO

OPERAÇÃO ITAORNA APONTA QUE SÓCIO DE EMPRESA INVESTIGADA CHEGOU A ASSINAR ATA DE LICITAÇÃO MESMO APÓS TER SIDO ASSASSINADO

12/09/2018 15:49

Segundo MPPI, operação foi necessária para estancar a fraude de pagamentos a empresa comprovadamente de fachada (foto: Marcos Melo | PoliticaDinamica.com)

Pelo menos uma empresa de fachada recebeu dinheiro dos empréstimos do Governo do Estado às vésperas das eleições. Isto é fato certo já determinado pelas investigações do Ministério Público Estadual e do Tribunal de Contas do Estado do Piauí. Mas alguns detalhes que vão se revelando absurdos, como por exemplo, em 2016 um dos sócios desta empresa ter participado de uma licitação mesmo após ter sido assassinado em 2014.

Investigação do TCE-PI encontrou até licitação assinada por defunto no histórico da Crescer Construtora (foto: Marcos Melo | PoliticaDInamica.com)

Sim, um defunto assinou uma ata de licitação num município do interior. A informação é do auditor de controle externo José Inaldo, responsável pelo setor de combate à corrupção do Tribunal de Contas do Estado.

E segundo o promotor Fernando Santos, de acordo com o estudo do MPPI, essa empresa sempre recebia mais recursos em anos eleitorais, como é o exemplo de 2018.

Veja no vídeo a seguir!




Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
AGRESSÃO CONTRA O JORNALISMO
EQUIPE DE WELLINGTON MENTE
EQUIPE DE WELLINGTON MENTE
ARRECADAÇÃO
O JANTAR DOS RICOS
O JANTAR DOS RICOS
PESQUISA DATAMAX / POLÍTICA DINÂMICA
TERESINA: WILSON 30,1% E ROBERT 28,9%
TERESINA: WILSON 30,1% E ROBERT 28,9%
PESQUISA DATAMAX / POLÍTICA DINÂMICA
PESSOA 42,9% WDIAS 28,9% LUCIANO 11,6% VEÍN 5,3%
PESSOA 42,9% WDIAS 28,9% LUCIANO 11,6% VEÍN 5,3%