Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
ALDOLFO NUNES VAI PERDER A BRIGA

EM ROTA DE COLISÃO COM VICE-PREFEITO, SECRETÁRIO DE GOVERNO JÁ ESTÁ BAMBEANDO NO CARGO E PODE SER A PRIMEIRA GRANDE BAIXA NA GESTÃO DE DR PESSOA

15/04/2021 08:23 - Atualizado em 15/04/2021 09:22

Há de se reconhecer que nos últimos 4 anos, ninguém esteve tão perto de Doutor Pessoa (MDB) quanto o atual secretário de Governo da Prefeitura de Teresina. O ex-deputado Adolfo Nunes segurou na mão de Pessoa durante as campanhas e derrotas de 2016 e 2018. Persistiu em 2020 e e ajudou na vitória. Mas isso não deve ser suficiente para mantê-lo na sala que ocupa dentro do Palácio da Cidade. Não adiante ser amigo de Pessoa se for inimigo de Robert Rios (PSB).

Robert x Adolfo: não foi por acaso que Nunes perdeu espaço, poder e influência na Prefeitura de Doutor Pessoa (fotos: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

Depois de chegar aos 100 dias de gestão sem apresentar resultados correspondentes às expectativas criadas, é chegada a hora de Doutor Pessoa apontar um culpado. Por conta de sua morte, esse "culpado" não poderá ser o ex-prefeito Firmino Filho. Sem falar que ninguém mais acredita em conversa de Prefeitura ter sido entregue "quebrada".

Logo, vai sobrar para Adolfo. Doutor Pessoa preza a própria imagem mais do que valoriza amigos que o ajudaram a chegar onde está hoje.

Adolfo e Pessoa já não são tão sintonizados; a tendência é a de que o atual secretário de Governo vire um bode expiatório (foto: Jailson Soares | politicaDinamica.com)

Na briga com Robert, Nunes já não pode contar com o prefeito. Adolfo já vem sendo obrigado a "desmentir" sua saída da PMT há semanas, resultado de uma verdadeira campanha que se estabeleceu com auxílio de notas plantadas na imprensa. A pressão hoje é para que ele peça para sair antes que seja exonerado.

A narrativa para a saída de Adolfo já ganha contornos bem delineados na esfera administrativa. Está construída em observações que vão desde como Adolfo não conseguiu se articular com a bancada federal para que novos recursos fossem destinados à PMT, até sua "inoperância" em polêmicas sobre a greve no transporte público, queixas de empresários, distanciamento do Governo do Estado e divergências com a Câmara Municipal.

Há veneno distribuído, também, em forma de "fuxicos". Tratam de familiares de Adolfo estarem, supostamente, terem se movimentado de maneira "não republicana" na Fundação Municipal de Saúde e na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH). O secretário de Governo tem uma nora nomeada diretora do Hospital do Buenos Aires e uma cunhada que foi exonerada do cargo de secretária executiva  da SEMDUH.

Robert, o supersecretário: existe mais gente interessada no isolamento de Doutor Pessoa e no fortalecimento do vice-prefeito (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

Está prevista, aliás, para esta quinta-feira (15) a chegada de mais uma reforma administrativa na Câmara Municipal. A Coordenadoria de Comunicação que deixou de ser secretaria e foi vinculada à pasta de Adolfo há menos de um mês vai ser incorporada a outra secretaria, a de Finanças.

Isso, a pasta base de Robert Rios.

Comente!

ANTERIOR

VAGA DO TCE: A CONFUSÃO DE FRANZÉ

PRÓXIMA

CIRO MINISTRO É QUASE PRESIDENTE