Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
VEJA APONTA BLOQUEIO DO FPE

REVISTA NACIONAL APONTA QUE REPASSES PODEM NÃO ACONTECER EM SETEMBRO; SEFAZ ADMITE BLOQUEIO E PROCURA EMPRESÁRIOS PARA ANTECIPAR RECEITAS

20/09/2018 17:29 - Atualizado em 20/09/2018 18:31

Saiu na coluna Radar assinada pelo jornalista Maurício Lima na VEJA: “Fazenda bloqueia repasses ao governo do Piauí”. A nota aponta uma falta de pagamento da gestão de Wellington Dias (PT) como motivo do congelamento da parte que cabe aos piauienses sobre o Fundo de Participação dos Estados.

Na última quarta-feira (18), o secretário Antônio Luiz admitiu o bloqueio em entrevista ao Política Dinâmica, mas classificou a situação como “desnecessária”. Disse que não havia motivo nenhum para que o Piauí constasse como inadimplente na lista do Tesouro Nacional. Sem dar detalhes, o secretário apenas disse que foi um “problema de negociação de datas”, ou seja, continuou escondendo o motivo do bloqueio.

Agora ao invés de um convênio inadimplente, são dois: falta de pagamento e irregularidade na execução financeira (imagem: Tesouro Nacional)

Ainda segundo Antônio Luiz, o problema deveria ter sido resolvido pelo Tesouro Nacional ainda na sexta-feira dia 14 de setembro. O secretário de Fazenda do Piauí revelou ainda que o problema do recolhimento do FGTS dos servidores piauienses foi secundário e aconteceu depois.

Antônio Luiz garantiu que não existe problema, mas admite que pode haver desconfiança (foto: Marcos Melo | PoliticaDInamica.com)

Seja qual for o problema, parece ter aumentado ao invés de diminuir. Antes, no site do Tesouro Nacional, aparecia uma irregularidade por descumprimento de contrapartida num convênio de número 596526 da antiga Secretaria de Infraestrutura Hídrica (SIH). Agora, outro convênio da mesma pasta consta como inadimplente e o motivo é irregularidade na execução financeira.

O prognóstico não é bom.

Veja a entrevista com o secretário de Fazenda:


ANTERIOR

PRESIDÊNCIA DA CMT: EVANDRO X VENÂNCIO

PRÓXIMA

"TEMOS 44 CANDIDATOS"