Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
SEM INTERMEDIÁRIOS

FIRMINO FILHO INAUGURA NOVA RELAÇÃO ENTRE GOVERNO FEDERAL E MUNICÍPIOS EM REUNIÕES COM MINISTROS DE BOLSONARO

31/01/2019 14:09 - Atualizado em 31/01/2019 14:25

A lógica da relação institucional entre o Governo Federal e as Prefeituras Municipais parece ter mudado. O trato, em boa parte, vai deixar de lado os intermediários. Pelo menos é o que se espera para as capitais e maiores cidades do país. E o prefeito de Teresina saiu na frente para se adaptar a este novo momento.

Firmino Filho (PSDB) hoje compõe um grupo de gestores que, em nome da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), representa os interesses gerais dos municípios de todo o país. Sem os interesses político-eleitorais de senadores e deputados pelo meio da conversa.

Ao ministro Paulo Guedes o prefeito Firmino Filho falou de desafios que municípios bem geridos precisam enfrentar com a colaboração do Governo Federal (foto: Ascom)

Ter parlamentares como “atravessadores” em concentrou que deveriam ser entre gestores já facilitou liberação de recursos e projetos. Mas em outros casos — muitos, aliás — foi o motor de desvios de finalidade e recursos públicos por todo o país.

TERESINA EM BRASÍLIA

A capital do Piauí pode se beneficiar desse novo contexto, principalmente pela postura de Firmino e de sua gestão. Teresina consegue ter uma administração enxuta mesmo num lugar em que a lógica estabelecida pela gestão do governo estadual é a de lotear e inchar a máquina pública. O bom exemplo pode ser em vários aspectos, modelo para o Brasil.

Na última terça-feira (29), enquanto deputados e senadores do mundo político do Piauí estava envolvidos com os bastidores da eleição da Mesa Diretora da Assembleia, Firmino estava reunido com o ministro da Justiça Sérgio Moro.

A pauta, obviamente, ligada à segurança das cidades, prejudicada pela histórica falta de investimentos no setor pelos governos estaduais principalmente.

Em reunião com Sérgio Moro, o prefeito de Teresina debateu a respeito de uma nova diretriz de segurança que beneficie os municípios (foto: Ascom)

Ontem, quarta-feira (30), foi a vez de tratar com os ministros Paulo Guedes, da Economia; e Luiz Henrique Mandetta, da Saúde. Com estes dois, as pautas foram sobre a nova visão do Governo Federal sobre a responsabilidade do financiamento direto do atendimento à população em saúde nas cidades e uma nova distribuição dos tributos que viabilize o funcionamento dos mais diversos serviços sob responsabilidade de estados e prefeituras.

DEBATE QUALIFICADO

Conversamos com o prefeito Firmino Filho sobre estes encontros. “É possível sentir uma boa diferença no trato, nas reuniões. Temos uma mesma visão de reformas que são necessárias desde a da Previdência até o ajuste do pacto federativo”, comentou o tucano.

Firmino é um prefeito do PSDB gestor da capital do estado brasileiro que deu a menor votação proporcional a Jair Bolsonaro (PSL) para presidente e que ainda é governado pelo PT. E aqui, cabe outro ponto importante apontado pelo tucano. Segundo Firmino, nenhum dos ministros fez menção ou deu a entender que haveria restrição ou vantagem partidária neste novo diálogo que está se estabelecendo.

Sendo assim mesmo, num debate mais qualificado, é possível que o país tenha uma boa chance de voltar aos trilhos.

Notícias relacionadas
FARRA SEM LICITAÇÃO
FARRA SEM LICITAÇÃO
PROJETO DO SENADO VAI MATAR GENTE
PROJETO DO SENADO VAI MATAR GENTE
BOLSONARO FOGE DAS EXPLICAÇÕES
BOLSONARO FOGE DAS EXPLICAÇÕES
4 MIL CASOS DE COVID-19 NO PIAUÍ
4 MIL CASOS DE COVID-19 NO PIAUÍ