PDT E O PALANQUE DE CIRO NO PIAUÍ

VEREADOR EVANDRO HIDD DIZ QUE PDT ESTÁ SE ORGANIZANDO PARA LANÇAR CHAPA E FALA SOBRE SAÍDA DOS ‘FLÁVIOS NOGUEIRAS’

Redação Redação
22/07/2021 13:29 - Atualizado em 22/07/2021 14:10

O vereador de Teresina Evandro Hidd (PDT) disse em entrevista ao Política Dinâmica que o partido vai lançar chapas para deputado Estadual e Federal nas eleições de 2022 e confirmou que seu nome é um dos indicados para candidatura à deputado Federal. Além da corrida em busca de nomes para montar chapas competitivas o partido visa se interioriza pelo estado para dar base à candidatura de Ciro Gomes à presidência da república.

“Estamos organizando o partido para lançar chapa tanto para Estadual quando para deputado Federal, vislumbramos também que o partido participe como protagonismo na campanha majoritária do ano que vem, principalmente, pelo fato de termos um candidato viável e que tem crescido nas pesquisas, que é o Ciro Gomes”, destaca Evandro.

NOVOS NOMES

Ainda segundo o parlamentar, o Partido tem buscado novos nomes não só na capital, mas também no interior. “Estamos trabalhando para somar forças e interiorizar o partido, para assim levar o nome do nosso candidato a presidência e todo o PDT do Piauí está a disposição para fazer parte desse projeto. Já coloquei meu nome à disposição, teremos também novos nomes, mas por enquanto, vamos fazer igual foi feito em 2020, um trabalho de formiguinha diário para montar uma chapa competitiva e vitoriosas. Mas, novos nomes só mesmo em abril de 2022”, afirmou Hidd.

SAÍDA DOS NOGUEIRAS

Sobre a saída dos únicos deputados do partido eleitos no Piauí, o deputado federal Flávio Nogueira e o filho dele deputado estadual Flávio Nogueira Júnior, o vereador destaca que são grandes nomes, mas que isso não deixará o partido inviável para montar uma chapa. “Os dois são nomes importantes dentro do PDT no Piauí com suas histórias de trabalho, mas teve aquele episódio com a direção nacional e nesta parte ele que devem tratar disso. Independente disso, o PDT terá candidatos em 2022”, afirmou Evandro Hidd.

Deputado estadual Flávio Nogueira Júnior e o pai, deputado Federal Flávio Nogueira.

A saída dos Nogueiras do PDT já é dada como certa e o provável destino dos dois deputados será o Republicanos. Vale lembrar que a desavença do deputado Federal Flávio Nogueira com o PDT começou na votação da Reforma da Previdência em 2019 quando a direção nacional do partido determinou que seus filiados votassem contra a reforma, o que foi contrariado por Flávio Nogueira e iniciado todo o embate.  Desde então, o deputado federal aguarda apenas a janela partidária das eleições de 2022 para mudar de partido sem o risco de sofrer qualquer ação por parte do PDT. A ação do PDT nacional enfraquecerá o PDT do Piauí, visto que os dois deputados, pai e filho, vão deixar o partido e disputar a reeleição por outro sigla no próximo ano.

 

Comente!

ANTERIOR

PTB NA PREFEITURA E FORA DO GOVERNO

PRÓXIMA

PRESIDENTE QUER 'APURAÇÃO ABERTA'