DESVIO DE RECURSOS

GAECO INVESTIGA REPASSES DA COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL E LAZER DO ESTADO DO PIAUÍ PARA ASSOCIAÇÕES DE MORADORES

19/02/2018 10:21 - Atualizado em 19/02/2018 16:34

O promotor Rômulo Cordão investiga o caso (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Reportagem do jornal Diário do Povo, desta segunda-feira (19), aponta que o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) está investigando repasses realizados em 2017 pela Coordenadoria de Desenvolvimento Social e Lazer do Governo do Estado do Piauí para associações de moradores da capital.

Um dos casos ressaltados é o da Associação de moradores do bairro Anita Ferraz, zona leste de Teresina, que segundo Termo de Concessão de Apoio Financeiro número 004/2017, publicado no Diário Oficial do Estado,de 03 de março de 2017, teria recebido, através de seu presidente, Valdivino Rodrigues da Silva, o montante de R$ 50 mil. Esse valor foi depositado na conta pessoal do presidente e deveria ser utilizado para a realização do Projeto “Lazer na Semana Santa”, que deveria ter acontecido entre os dias 13 e 16 de abril de 2017. O problema é que a comunidade afirma que o evento não aconteceu. 

Além da não realização do evento, em depoimento ao promotor Rômulo Cordão, na sede da Gaeco, Valdivino se contradisse em vários momentos e não soube esclarecer o destino dado ao dinheiro. Segundo a reportagem, a investigação teve início após o presidente da Associação ter, supostamente, afirmado em uma reunião de líderes comunitários que, dos R$ 50 mil, teria ficado com apenas R$ 2 mil, tendo repassado R$ 48 mil para Simone Pereira de Farias de Araújo, atual gestora da Coordenadoria de Desenvolvimento Social e Lazer do estado do Piauí. 

FONTE: Diário do Povo

Comente!

ANTERIOR

OPINAR: DR. PESSOA TEM 34%, KLEBER ATINGE 20%

PRÓXIMA

AMOSTRAGEM: DR. PESSOA 28,43%, KLEBER 23,14%