Coluna Política
  • sábado, 07 de novembro de 2020, às 11:58h

    Teresina não registrou nenhuma morte por Covid-19 no período de 24 horas, segundo boletim divulgado nesta sexta-feira (06) pelo Centro de Operações em Emergência (COE) da Fundação Municipal de Saúde. Também foram diagnosticados 127 novos casos da doença. Com esses quantitativo, a capital piauiense contabiliza 38.990 pessoas infectadas desde o começo da pandemia, além de 1.119 vítimas fatais do novo Coronavírus.

    A Fundação detalha o perfil de infectados pela doença em Teresina: dos 38.990 casos confirmados, a maioria tem idade compreendida entre 20 e 49 anos e 54,91% é do sexo feminino. Em relação aos 1.119 óbitos por Covid-19, a maioria eram idosos com 60 a 89 anos de idade, sendo, em sua maioria, 54,96% do sexo masculino.

    O presidente da FMS, Manoel de Moura, ressalta que a Fiocruz divulgou que está ocorrendo diminuição gradativa dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em Teresina, na contramão de 18 capitais do país, em que os casos estão com sinais de estabilização ou aumento. “Mesmo com a queda dos casos, nós continuamos orientando a população a manterem todos os cuidados para evitar a proliferação do vírus: usem máscara, mantenham distância segura de outras pessoas, lavem constantemente as mãos.”

    • R&G Feet
  • sexta, 06 de novembro de 2020, às 10:45h

    Teresina já contabiliza um total de 38.863 casos e 1.119 mortes por Covid-19 desde o início da pandemia, no mês de março. Segundo dados do Painel Epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde (FMS) foram 211 pessoas diagnosticadas com a doença e um óbito registrado ontem (05).

    A FMS registra também 15.221 pacientes recuperados, que são aqueles que tiveram alta de hospitais ou que fizeram tratamento em casa. A FMS alerta que, mesmo sendo crescente o número de recuperados, a doença ainda é alvo de estudos científicos pelo mundo, o que requer cuidados preventivos por parte da população. “O número de recuperados é maior, pois devido à grande quantidade de notificações as atualizações ocorrem gradativamente no sistema”, afirma a coordenadora do COE da FMS, Wesllany Santana.

    Já o óbito registrado aconteceu no dia 03 de novembro. Trata-se de uma mulher de 69 anos, moradora do bairro Pedra Mole. O boletim revela ainda que ela era portadora de doença cardiovascular. Segundo o médico cardiologista Daniel Gonçalves, as pessoas que têm doenças crônicas podem estar com o organismo debilitado e, ao contraírem uma infecção como a Covid-19, podem ter o seu quadro de saúde agravado. “As pessoas com hipertensão e diabetes ou que possuem doenças cardiovasculares, por exemplo, já possuem alteração no seu sistema imunológico e um estado inflamatório crônico e, com a infecção pelo coronavírus, pode ocorrer um estresse adicional aos órgãos. Isso pode contribuir para que o paciente apresente a forma grave da Covid-19 e também ocasionar a descompensação dessas doenças prévias”.

    Ele alerta ainda que as pessoas idosas e com doenças crônicas, que estão no grupo de risco para a Covid-19, devem cuidar bem da sua saúde. “É importante fazer exercício físico em casa, alimentar-se bem, hidratar-se, além de seguir as recomendações de higiene e de distanciamento social. Mas todos devem estar atentos aos cuidados porque há várias nuances dessa doença que ainda não conseguimos compreender: tem pacientes que não tem nenhuma doença ou são jovens e evoluem para óbito”.

    • R&G Feet
  • sexta, 06 de novembro de 2020, às 9:43h

    Jôve, Carlinhos Leal e Mauro Almeida gostaram das pesquisas do Intenção (Foto: Montagem)

    A disputa pelas prefeituras dos municípios de Piripiri, Altos e Palmeirais têm algo em comum. A contratação de um instituto que garantiu a virada nas pesquisas a candidatos que aparecem atrás em levantamentos de outras empresas de aferição. O Instituto Intenção realizou pesquisas eleitorais nas três cidades e garantiu a liderança a quem estava atrás.

    Em Piripiri, as pesquisas de pelo menos dois institutos, o DataMax e o Opinar, realizadas em outubro e começo de novembro, apontam a liderança de Luiz Menezes (Progressistas) sobre sua concorrente Jôve Oliveira (PTB). A diferença a favor de Menezes nos dois institutos chegava perto de 20 pontos. Porém, uma pesquisa do Instituto Intenção divulgada nesta quinta-feira (5) inverteu tudo e colocou Jôve na liderança, com seis pontos de vantagem. 

    No município de Altos, a virada também veio com o Instituto Intenção. Pesquisas de institutos como Credibilidade e Opinar apontaram a liderança de Maxuell da Mariinha (MDB) sobre Carlinhos Leal (PT). A menor diferença entre os dois era de 10 pontos a favor de Maxuell. Mas aí o Instituto Intenção entrou em cena. Em duas pesquisas, a última delas publicada nesta quinta-feira (5), o Intenção apontou Carlinhos Leal como líder, contrariando os outros institutos.

    Em Palmeirais, duas pesquisas foram feitas no mesmo período e os números são praticamente iguais, só invertendo os candidatos. No dia 19 de outubro, o Datamax publicou pesquisa [nº PI-03716/2020] em que Baltazar Campos (PTB) lidera com 50,30%, contra 36,37% de Mauro Almeida (Republicanos). Mas, no dia seguinte, o Instituto Intenção virou o jogo. Publicou pesquisa [nº PI-02856/2020] em que Mauro é quem lidera com 50,08%, contra 37% de Baltazar.

    Com essa sequência de viradas que contrariam números de outros institutos, o Intenção já pode ser chamado de “instituto da virada”.

    • R&G Feet
  • quinta, 05 de novembro de 2020, às 21:55h

    Dr. Pessoa lidera, mas é seguido por Kleber (Fotos: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    A TV Antena 10 divulgou na noite desta quinta-feira (5) mais uma pesquisa do Instituto Credibilidade para a prefeitura de Teresina. Os números do levantamento consolidam a polarização entre os candidatos Dr. Pessoa (MDB) e Kleber Montezuma (PSDB).

    Segundo a pesquisa estimulada, Dr. Pessoa tem 32,89%. Na segunda colocação vem Kleber Montezuma com 27,22%. Fábio Abreu (PL) é o terceiro colocado com 9,44% e na quarta colocação aparece o petista Fábio Novo, com 6,44% das intenções de voto.

    Gessy Fonseca (PV) alcançou 2,56%. Simone Pereira (PSD) pontuou com 1,22% e major Diego Melo (Patriota) 1%. Todos os outros candidatos ficaram abaixo de 1%. O total dos que não sabem ou não responderam foi de 13,67% e nenhum, brancos ou nulos 3,78%.

    Pesquisa mostra polarização entre emedebista e tucano (Foto: Reprodução/TV Antena 10)

    ESPONTÂNEA

    Na pesquisa espontânea, quando o entrevistador deixa o eleitor citar o nome que vem à cabeça, Dr. Pessoa ficou com 29,11%, seguido por Kleber com 25,22%. Fábio Abreu atingiu 9% e Fábio Novo 6,11%. Gessy alcançou 2,44%, Simone Pereira 1,11% e Major Diego 1%.

    Os demais candidatos não atingiram 1%. Não souberam ou não responderam 24,56%.

    FICHA TÉCNICA

    A pesquisa do Instituto Credibilidade contratada pela TV Antena 10 ouviu 900 eleitores do município de Teresina entre os dias 31 de outubro e 3 de novembro de 2020. O levantamento tem margem de erro de 3,30% para mais ou para menos e grau de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no TSE com o número PI-01469/2020.

    • R&G Feet
  • quinta, 05 de novembro de 2020, às 14:53h

    A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou no sistema a morte de mais duas pessoas vítimas da Covid-19 em Teresina, nesta quarta-feira (4). Houve ainda 209 novos casos confirmados da doença. Desde o início da pandemia, no mês de março, até agora, a capital piauiense contabiliza o total de 1.118 óbitos.

    Os dados apontam ainda 38.652 infectados pelo novo Coronavírus e 15.215 recuperados da Covid-19. Os óbitos registrados datam de 25 de outubro e 4 de novembro. Foram de duas mulheres com 56 e 81 anos. As duas não tinham doenças pré-existentes.

    Os órgãos de saúde recomendam várias medidas para evitar a propagação da COVID-19: lavar as mãos com frequência, usando sabão e água ou álcool em gel; manter uma distância segura das pessoas; usar máscara em locais públicos; não tocar nos olhos, nariz ou boca.; cobrir o nariz e boca com o braço dobrado ou um lenço ao tossir ou espirrar; ficar em casa se estiver indisposto e procurar atendimento médico ao apresentar qualquer sintoma de síndrome gripal.

    • R&G Feet
  • quarta, 04 de novembro de 2020, às 20:41h

    A sanitização com a pulverização de solução de água com hipoclorito de sódio em espaços públicos teve início no mês março como estratégia no combate à Covid-19. Desde então, os atendimentos continuam sendo realizados pelas equipes da Prefeitura de Teresina.


    Os locais com maior número de atendimentos de sanitização durante esses oio meses são as lotéricas (5.210), Unidades Básicas de Saúde (4.260), paradas abertas e integradas (2.565) e supermercados (1.111). No total, foram sanitizados mais de 25 mil espaços públicos até o mês de outubro.

    De acordo com Marco Antonio Ayres, secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação, a sanitização é uma ação realizada em parceira com a Fundação Municipal de Saúde (FMS) e Águas de Teresina, em locais em que há grande movimentação de pessoas.

    “Essa estratégia está sendo fundamental no combate ao Coronavírus. A sanitização é feita com a pulverização manual e com carro fumaceiro. Dessa forma, conseguimos atingir muitas áreas externas, cumprindo com o nosso objetivo. As ações devem continuar até sair a vacina”, comenta o gestor.

    • R&G Feet
  • terça, 03 de novembro de 2020, às 14:52h

    Durante o período de combate à Covid-19, a Atenção Básica Municipal está realizando apenas casos de urgência na área de saúde bucal, como dor de dente intensa, inchaço bucal, edemas e traumas dentários. Ao todo 48.987 atendimentos odontológicos de urgência foram realizados pela rede de saúde bucal da Fundação Municipal de Saúde, de 24 de março a 30 de outubro.

    Em Teresina, seis Unidades Básicas de Saúde (UBS) realizam atendimentos odontológicos de urgência: a UBS Alto da Ressurreição (zona Sudeste), UBS Saci (zona Sul) e UBS Buenos Aires (Zona Norte), nos horários de 7h às 21h todos os dias da semana. E as UBS Vale do Gavião (zona Leste), UBS Porto Alegre (zona Sul), UBS Cristo Rei (zona Sul), nos horários de 7h às 18h de segunda a sexta.

    “Os procedimentos eletivos estavam totalmente suspensos a fim de evitarmos aglomeração, já que o ambiente odontológico tem alto risco de exposição ao coronavírus. Mas vamos voltar aos poucos a esse tipo de atendimento. Pedimos à população que procure atendimento odontológico se for estritamente necessário”, diz Manoela Maria Gonçalves, odontóloga apoiadora da Gerência de Saúde Bucal da FMS.

    Ela fala ainda do serviço de tele orientação odontológica que a FMS tem, chamado de Zap Odonto. “Antes de ir até a unidade de saúde, a pessoa pode fazer um teleatendimento via Whatsapp por meio do número (86) 98179-2576. O serviço funciona todos os dias, nos horários de 07h às 14h e das 14 às 21h. Lá, os pacientes podem buscar esclarecimentos sobre uma possível demanda de urgência odontológica e também serão encaminhados para o ponto mais próximo de atendimento, caso haja necessidade. Ainda é possível que o dentista faça orientações pré-consulta de urgência para amenizar a situação do momento, como condutas não farmacológicas de alívio da dor”, encerra Manoela Maria Gonçalves.

    • R&G Feet
  • terça, 03 de novembro de 2020, às 10:00h

    Disputa polariza em Dr. Pessoa e Kleber (Fotos: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    Pesquisa do Instituto Amostragem divulgada na tarde deste domingo (2) pela TV Meio Norte mostra que o candidato Dr. Pessoa (MDB) mantém a liderança na disputa pela prefeitura de Teresina. Porém, ele é seguido de perto pelo candidato Kleber Montezuma (PSDB).

    Os números da pesquisa estimulada (considerando votos válidos) mostram Dr. Pessoa com 35,98% das intenções de voto. Kleber tem 30,53%. Os dois candidatos estão tecnicamente empatados se considerada a margem de erro, que é de 2,77% para mais ou para menos.

    O levantamento ainda confirmou a tendência de queda do deputado federal e candidato Fábio Abreu (PL), que aparece com 11,67%, quase 19 pontos percentuais atrás do segundo colocado Kleber Montezuma. A surpresa é o empate numérico entre Fábio Novo (PT) e Gessy Fonseca (PSC). Segundo o Amostragem, Novo e Gessy têm 6,89% cada um.

    Major Diego (Patriotas) aparece na sexta colocação com 2,87%, seguido por Lucineide Barros (PSOL) com 2,11%. Simone Pereira (PSD) tem 1,82% e Lourdes Melo (PCO) aparece com 0,38%, seguida por Fábio Sérvio (PROS) e Pedro Laurentino (UP) com 0,29% cada. Mário Rogério (Cidadania) tem 0,19% e Gervásio Santos apenas (PSTU) 0,1%.

    FICHA TÉCNICA
    A pesquisa do Instituto Amostragem foi encomendada  pelo Grupo Meio Norte de Comunicação e realizada de 28 a 31 de outubro. O levantamento ouviu 1200 eleitores com 16 anos ou mais nas zonas urbana e rural de Teresina. A margem de erro é de 2,77% para mais ou para menos com nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no TSE sob o nº PI-01773/2020.

    • R&G Feet
  • segunda, 02 de novembro de 2020, às 17:53h

    Teresina ficou em décimo quinto lugar no ranking das capitais do país quanto ao índice de isolamento social, apresentando 44,84% no domingo (1°). O Piauí ficou em décimo terceiro lugar entre os estados, com índice de 44,56%. O valor foi o melhor observado na média dos últimos sete dias na cidade, quando houve variações entre 37,41% e 38,39% no período de segunda a sexta-feira.

    Quanto ao comportamento das pessoas nos bairros, os locais que apresentaram as maiores taxas de isolamento foram Parque Piauí (54,30%), Uruguai (53,83%), Primavera (51,70%), Promorar (51,60%) e Ininga (51,50%). Na outra ponta da tabela, os bairros que apresentaram um desempenho ruim e tiveram as menores taxas de isolamento foram Vale Quem tem (31,10%), Alegre (33,30%), Extrema (33,70%), Real Copagre (35,80%%) e Mafrense (36,70%%).

    Os dados são da startup InLoco, que realiza o georreferenciamento através dos smartphones em cidades de todo o território nacional, monitorando a localização dos usuários quando se conectam à internet pelo celular. Ela também disponibiliza dados por regiões da cidade e, no domingo (1°), a zona Sul foi que a que apresentou o maior índice de isolamento social, com 45,58%. Em seguida ficou a região Leste, com 45,16%%, e a Sudeste, com 43,27%%. No final da lista ficou a zona Centro-Norte, com 43,17%.

    Desde o início da pandemia, no mês de março, até ontem (1°) a capital piauiense contabilizava o total de 1.111 óbitos, 38.240 infectados pelo novo Coronavírus e 15.195 recuperados da Covid-19. Como a pandemia ainda é uma realidade, o Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COE) alerta a população para que mantenha os cuidados preventivos com distanciamento social, uso de máscara e lavagem constante das mãos.

    • R&G Feet
  • domingo, 01 de novembro de 2020, às 15:00h

    A taxa de isolamento social foi de 37,4% neste sábado (31) em Teresina. Esse valor segue os padrões observados nos demais sábados do mês de outubro, que registraram índices entre 36 e 39%. A cidade ficou na 14ª posição no ranking entre as capitais do país. Já entre os estados, o Piauí ocupou o nono lugar, com 37,61%.

    Os dados são da startup InLoco, que realiza o georreferenciamento smartphones em cidades de todo o território nacional monitorando a localização dos usuários quando se conectam à internet pelo celular. Ela também disponibiliza dados por regiões da cidade e a zona Centro Norte foi que a que apresentou o maior índice de isolamento social, com 38,21%. Em seguida ficou a região Sul, com 37,94%, e a Leste, com 36,76%. Por último ficou a zona Sudeste, com 34,96%.

    Quanto aos bairros, os que mais respeitaram o isolamento foram Santa Cruz (54,4%), a região da Frei Serafim (51,1%), Primavera (49,5%), São João (47,4%) e Nova Brasília (46,5%). Já os que apresentaram os menores percentuais foram o Cabral (21,7%), Parque São João (25%), Aeroporto (26,3%), Beira Rio (27%) e Mafuá (28,4%).

    A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou no sistema a morte de mais uma pessoa vítima da Covid-19 em Teresina, neste sábado (31). Houve ainda 92 novos casos confirmados da doença. Desde o início da pandemia, no mês de março, até agora, a capital piauiense contabiliza o total de 1.107 óbitos, 38.112 infectados pelo novo Coronavírus e 15.195 recuperados da Covid-19.

    • R&G Feet
  • quinta, 29 de outubro de 2020, às 18:07h

    Padre Walmir Lima, prefeito de Picos (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    A eleição municipal em Picos, a 306 km de Teresina, foi a mais tumultuada do interior do Piauí em 2016. O motivo foi a “força-tarefa” do Governo do Estado para reeleger o prefeito Padre Walmir (PT). A cidade recebeu uma enxurrada de obras nos últimos dias da campanha eleitoral e Walmir acabou reeleito numa disputa acirrada com Gil Paraibano (Progressistas).

    Na época, o episódio irritou o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas. Ele chegou a afirmar que a gestão do governador Wellington Dias (PT) cometeu um estelionato eleitoral em Picos para mudar o resultado da eleição municipal e reeleger Padre Walmir. Por conta disso, Ciro e Walmir passaram os últimos quatro anos como gato e rato. 

    Mas o mundo dá muitas voltas. Walmir agora se diz traído pelo PT, não apoia o candidato petista Araujinho para prefeito de Picos e vai votar em Gil Paraibano, seu rival de 2016. Recentemente, o senador Ciro mudou o tom contra o padre e disse que “não se dispensa voto de ninguém.”

    Isso já seria suficiente para chamar atenção, mas a política é dinâmica e surpreende quando menos se espera. Na quarta-feira (28), Walmir mandou embargar obras de pavimentação que o governo de Wellington começou fazer em Picos agora no período eleitoral. O padre acusa a gestão estadual de colocar máquinas e iniciar obras sem alvarás e certidões do município.

    Walmir diz achar muito estranho que o governo não tenha feito as obras de calçamento antes e que somente agora começa a espalhar pavimentação de ruas pela cidade. 

    “De repente aparecem umas empresas ligadas a não sei quem, nesse período agora em estado de emergência, simplesmente colocando as máquinas nas ruas, botando pedra para calçamento em tudo o quanto é lado da cidade, sem tirar os documentos necessários, sem tirar as certidões, alvarás com o município. E a gente não pode irresponsavelmente deixar as coisas acontecerem dessa forma”, disse o padre em vídeo publicado no Instagram.

    Ordem de embargo expedida pela prefeitura de Picos (Foto: Divulgação/Prefeitura)

    O padre destacou que não está impedindo que o Governo do Estado faça obras em Picos, mas apenas exigindo que tudo seja feito dentro da legalidade. “Não estamos proibindo as obras virem para Picos. Nós queremos sim, Governo do Estado, que as obras venham. Sempre pedimos isso porque queremos que as coisas sejam respeitadas, combinadas. Nesse período agora fazem de um jeito e amanhã as consequências vão ficar para o gestor atual”, falou.

    A Secretaria de Meio Ambiente de Picos alega que é necessária uma licença ambiental para que haja a intervenção no município. A licença pode ser da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Semar) ou da Secretaria Municipal do Meio Ambiente. Segundo a prefeitura de Picos, a licença foi um dos documentos que a empresa responsável pela pavimentação não apresentou.

    Esse é o mundo que dá voltas. A prática adotada este ano é exatamente a mesma que foi decisiva para reeleger Walmir em 2016. Embora não seja candidato, mas pelo fato de hoje votar no adversário do Governo, pode-se dizer que Walmir está provando do próprio veneno.

    Até a manhã desta quinta-feira (29), o Governo do Estado informou que não tinha sido notificado de nenhuma ordem ou pedido para suspender as obras na cidade de Picos.

    LEIA TAMBÉM:
    Ciro: "Tirando esse prefeito de Picos"
    Ciro diz que não quer sua imagem atrelada ao "desastre" Pe. Walmir

    • R&G Feet
  • quarta, 28 de outubro de 2020, às 12:13h

    Márcio Neiva (a esquerda) disputa com Dr. João Carlos (Fotos; Reprodução/Internet)

    A menos de 20 dias das eleições municipais, pesquisa eleitoral do Instituto Credibilidade aponta liderança do atual prefeito Márcio Neiva (MDB) na corrida pela prefeitura de Porto Alegre do Piauí, município situado a 397 km de Teresina, na região Sul do Estado.

    De acordo com o levantamento que ouviu 300 eleitores do município, Márcio Neiva (MDB) tem 74,33% das intenções de voto contra 22,33% do candidato Dr. João Carlos (PT). Esse cenário corresponde à pesquisa estimulada, quando o entrevistador aponta os nomes dos candidatos ao eleitor. Não souberam ou não opinaram são 3,33%.

    Na pesquisa espontânea, quando o entrevistador deixa que o eleitor cite o nome que vier à cabeça, Márcio Neiva lidera com 71%. O petista Dr. João Carlos tem 21,33%. Os que não souberam ou preferiram não opinar totalizaram 7,67%.

    DR. JOÃO CARLOS É O MAIS REJEITADO

    A pesquisa também quis saber em qual dos dois candidatos o eleitor de Porto Alegre do Piauí não votaria de jeito nenhum. Nesse aspecto, quem lidera é Dr. João Carlos, com 73,67%. O atual prefeito e candidato Márcio Neiva é rejeitado por 21,67% dos eleitores entrevistados. Não souberam ou não opinaram somou 4,67%.

    MAIORIA APROVA GESTÃO DE NEIVA

    O Instituto Credibilidade ainda perguntou os eleitores sobre a gestão do atual prefeito Márcio Neiva. Nesse quesito, 77,33% disseram que aprovam a gestão dele. Por outro lado, 19,33% dos eleitores ouvidos disseram não aprovar a gestão de Márcio Neiva. Outros 3,33% não souberam ou não opinaram sobre a avaliação da gestão.

    FICHA TÉCNICA:

    A pesquisa do Instituto Credibilidade foi realizada no dias 20 e 21 de outubro de 2020 e registrada no TRE-PI com o nº PI-08754/2020. Ouviu 300 eleitores de Porto Alegre do Piauí. O grau de confiança é de 95%, com margem de erro é de 5,2% para mais ou para menos.

    • R&G Feet
  • terça, 20 de outubro de 2020, às 12:00h

    Pessoa vê diferença para Kleber diminuir (Fotos: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    A TV Antena 10 divulgou na noite da segunda-feira (19) pesquisa do Instituto Opinar sobre a disputa pela prefeitura de Teresina. No levantamento estimulado, o candidato Dr. Pessoa (MDB) tem 34,13% das intenções de voto. Ele é seguido por Kleber Montezuma (PSDB) que subiu e chegou a 20%. Fábio Abreu (PL) segue em queda e ficou com 15,38%.

    O petista Fábio Novo aparece na quarta colocação com 4,13%. Simone Pereira (PSD) tem 1,25% e Major Diego (Patriota) 1,13%. Com menos de 1% das intenções de voto aparecem Fábio Sérvio (PROS) com 0,88%, Lourdes Melo (PCO) com 0,75%, Lucineide Barros (PSOL) com 0,63%, Gessy Fonseca (PSC) com 0,38%, Gervásio Santos (PSTU) com 0,38% e Pedro Laurentino (UP) com 0,13%. Mário Rogério (Cidadania) não foi lembrado pelos entrevistados e ficou com 0%.

    Outros 11,75% dos entrevistados não souberam ou não quiseram responder. Já 8,13% é a soma dos que afirmaram que votariam branco, nulo ou em nenhum dos candidatos citados.

    ESPONTÂNEA

    No cenário espontâneo, quando o eleitor aponta o nome de um candidato sem ouvir a lista de nomes, o mais lembrado foi Dr. Pessoa (MDB), com 19%. Kleber Montezuma (PSDB) aparece na segunda colocação com 15,75% das intenções de voto. O candidato Fábio Abreu (PL) aparece na terceira colocação, com 8,38%. Fábio Novo (PT) alcançou 3%. 

    Lourdes Melo (PCO) somou 1,50% e Simone Pereira (PSD) alcançou 1,13%. Os demais candidatos não chegaram a 1% das intenções de voto. Não souberam ou não responderam à pesquisa espontânea somam 44,25%. Já brancos, nulos ou nenhum totalizaram 4,50%.

    FICHA TÉCNICA

    A pesquisa foi realizada entre os dias 09 e 11 de outubro e está registrada no TSE com o número PI-02493/2020. Foram ouvidos 800 eleitores teresinenses com 16 anos ou mais. O levantamento tem 95% de nível de confiança e 3,46% de margem de erro para mais ou para menos.

    LEIA TAMBÉM:
    Amostragem: Dr. Pessoa 28,43, Kleber 23,14%

    • R&G Feet
  • terça, 20 de outubro de 2020, às 11:00h

    Dr. Pessoa cai e Kleber sobe em pesquisa (Fotos: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    Pesquisa do Instituto Amostragem divulgada nesta terça-feira (20) pelo Grupo Meio Norte de Comunicação mostra que os candidatos Dr. Pessoa (MDB) e Kleber Montezuma (PSDB) já estão empatados dentro da margem de erro. O levantamento registrado no TSE com o nº PI-08625/2020 ouviu 605 eleitores nas zonas urbana e rural de Teresina. A margem de erro é de 3,9% para mais ou para menos com nível de confiança de 95%.

    Segundo a pesquisa estimulada, Dr. Pessoa tem 28,43% das intenções de voto contra 23,14% de Kleber Montezuma. Fábio Abreu (PL) segue em tendência de queda e desceu para 16,69%. Já Fábio Novo (PT) ficou com 6,12%. Gessy Fonseca (PSC), Major Diego Melo (Patriotas) e Simone Pereira (PSD) têm 1,16% cada um. Os demais candidatos não chegaram a 1%.

    Não souberam ou não opinaram somam 8,76%. Brancos e nulos 2,64%. Os entrevistados que disseram não votar em nenhum dos candidatos na disputa são 8,93%.

    KLEBER SOBE, PESSOA E ABREU CAEM

    Se comparado com a última pesquisa Amostragem realizada dos dias 17 a 20 de setembro, Kleber subiu quase 10 pontos percentuais (9,26) e Dr. Pessoa caiu 3,64 pontos. Na mesma comparação, Fábio Abreu desceu 3,48 pontos. Fábio Novo (PT) oscilou de 6,94% para 6,12%. 

    KLEBER LIDERA NA ESPONTÂNEA

    Na pesquisa espontânea, quando o entrevistador deixa que o eleitor cite o nome que vem à cabeça, Kleber Montezuma lidera a corrida. Nesse formato, ele tem 18,84% contra 17,36% de Dr. Pessoa. Considerando a margem de erro, há um empate técnico entre os dois.

    O candidato Fábio Abreu tem 8,60% na espontânea e o petista Fábio Novo somou 5,12%. Os demais candidatos não atingiram 1% no levantamento espontâneo do Amostragem.

    Os eleitores que não souberam ou não opinaram na espontânea somam 30,74%. Pretendem votar branco ou nulo 3,64% e não votam em ninguém 11,24%.

    • R&G Feet
  • segunda, 19 de outubro de 2020, às 17:16h

    Não vai bem o candidato do prefeito Reginaldo Júnior em Palmeirais. Segundo pesquisa divulgada nesta segunda-feira (19) pelo instituto Datamax, a oposição segue com ampla vantagem na disputa de 2020.

    Cada um em seu quadrado: Baltazar lidera intenção de voto e Mauro segue na frente quando o assunto é a rejeição do eleitor (fotos: Facebook | PoliticaDinamica.com)

    De acordo com a pesquisa espontânea (quando o eleitor diz em quem vai votar sem apresentação dos nomes dos candidatos), se as eleições fossem hoje, o candidato Baltazar Campos, da coligação PTB/MDB tem 47,09%, contra 33,67% do candidato Mauro Almeida, da coligação Republicanos/PT.

    O cenário estimulado é ainda mais favorável para Baltazar. Quando os nomes dos candidatos são citados, Baltazar Campos já alcança 50,30% das intenções de voto, ampliando a vantagem sobre o segundo colocado e a liderança na disputa. Mauro Almeida não passa de 36,47%.

    REJEIÇÃO

    A pesquisa também buscou a informação sobre em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Os percentuais foram:


    AVALIAÇÃO DA ATUAL GESTÃO

    O Instituto também perguntou aos entrevistados qual era a sua opinião sobre a administração de Palmeirais, atualmente, sob o comando de Reginaldo Júnior. Os resultados explicam um pouco da rejeição do candidato apoiado pelo prefeito, que já teve contas de gestão reprovadas. 

    Veja o quadro!


    Dados da Pesquisa

    A pesquisa de intenção de votos para prefeito de Palmeirais foi realizada no dia 09 de outubro, com 499 pessoas nas zonas urbana e rural da cidade.

    A pesquisa possui margem de erro de 4,29% e nível de confiança de 95% e está registrada no TRE/PI – Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, sob o número de registro: PI-037 16/2020.

    • R&G Feet


voltar para 'Política Dinâmica'