Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
UM CARNAVAL DE MARMOTAS!

RELATÓRIO DO TCE-PI APONTA QUE O CORONEL CARLOS AUGUSTO APLICOU MUITO MAL O DINHEIRO DA PMPI EM 2018, QUANDO FOI ELEITO DEPUTADO ESTADUAL

28/01/2020 15:30 - Atualizado em 28/01/2020 16:04

A fala é mansa, mas os gastos mal aplicados de Carlos Augusto na PMPI em 2018 foram bem acelerados, sentido relatório do TCE (foto: Jailson Soares | politicaDinamica.com)

Para quem acha que destinar R$ 400 mil em emenda pra carnaval e depois dizer que não fez foi o auge do mal gasto do dinheiro público vindo do deputado estadual Carlos Augusto (PL), vejam só essa: em 2018, ano da eleição do coronel, mais de R$ 5 milhões de reais foram “mal aplicados” pela Polícia Militar do Piauí sob o comando dele e de seu sucessor, o ainda e atual comandante coronel Lindomar Castilho.

As marmotas vão desde falta de prova da existência dos objetos licitados (quando licitados!) até a farra de carros alugados e prorrogação de contratos contra a recomendação da Controladoria Geral do Estado e sem seguir as recomendações da Procuradoria-Geral do Estado. Além, claro, da boa, velha e sempre presente dispensa de licitação. Coisa bastante comum em todos os braços do governo de Wellington Dias (PT).

A falta de planejamento e a péssima aplicação do dinheiro público é uma marca carimbada da turma do governador Wellington Dias (foto: Marcos Melo | politicaDinamica.com)

A falta de planejamento, aliás, é bastante frisada pelos técnicos do Tribunal de Contas do Estado do Piauí no processo 007906/2018, com o relatório datado de 01 de julho de 2019.

Se por incompetência ou por propósito, não se pode dizer ainda.

O resumo da falta de cuidado com o dinheiro público segue abaixo:

ANTERIOR

PRESIDÊNCIA DA CMT: EVANDRO X VENÂNCIO

PRÓXIMA

"TEMOS 44 CANDIDATOS"