Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
AUDIÊNCIA PÚBLICA
SÍLVIO RESPONDE OPOSIÇÃO: “SE É PARA POLITIZAR EU TOPO”

SECRETÁRIO DE SAÚDE VISITOU A CÂMARA DE TERESINA E REAGIU ÀS CRÍTICAS DA OPOSIÇÃO QUANTO A OBRAS PARADAS

07/06/2017 12:43 - Atualizado em 07/06/2017 13:48

Secretário de Saúde comparece à Câmara depois de críticas da oposição (Foto:JailsonSoares/PoliticaDinamica.com)

Enfim o secretário de Saúde Sílvio Mendes (PP) compareceu à audiência pública na Câmara Municipal de Teresina. A presença do progressista era tão esperada que ele conseguiu um feito histórico: 20 dos 29 vereadores compareceram à uma audiência na Casa. Geralmente as audiências na Câmara são esvaziadas pelos próprios parlamentares. Desta vez, eles compareceram em peso.

Sílvio respondeu as dúvidas dos vereadores e reagiu às críticas da oposição. Ele afirma que o governo de Wellington Dias (PT) deixou de fazer repasses para a saúde de Teresina desde dezembro de 2016. São cinco meses sem esses recursos. Segundo ele, isso tem contribuído para agravar a situação na capital.

Sem querer polemizar, o secretário nega que seja uma questão política e afirma que o atraso nos repasses ocorre por causa da grave crise econômica. “Dividimos as responsabilidades e as dificuldades. Sabemos que o SUS é subfinanciado e não tem dinheiro para fazer o que a lei manda. O estado tem dificuldades e não tem feito o cofinanciamento. O último repasse foi em dezembro do ano passado. E mesmo sem dinheiro as ações não podem parar. Temos boas relações com os secretários estaduais de Fazenda e de Saúde, mas a crise é grave. Sei que as dificuldades devem ser enfrentadas juntas. Não é questão política, isso eu garanto. É falta de dinheiro mesmo”, afirmou.

Sílvio Mendes reagiu às críticas dos vereadores da oposição (Foto:JailsonSoares/PoliticaDinamica.com)

OBRAS PARADAS

O secretário reagiu às críticas da oposição quanto a lentidão em algumas obras em hospitais e Unidades Básicas de Saúde (UBS). Sílvio afirma que muitas das críticas servem apenas para jogar para a plateia.

Ele chegou a desafiar o vereador Dudu (PT) e lembrou que se for para falar de obra parada teria que citar o Centro de Convenções de Teresina. A obra é um dos maiores elefantes brancos do estado e o governador Wellington Dias (PT), em três mandatos à frente do Palácio de Karnak, nunca conseguiu concluir.

“Meu querido amigo Dudu exerce o papel dele de oposição. Não tenho atividade política. Agora o Dudu reclamar de obras paradas é brincadeira. Se ele quer politizar eu topo. Bem aqui do lado da Câmara temos o Centro de Convenções há anos parado. Podemos olhar para o estado inteiro e encontrar muitas. A Fundação de Saúde tem mais de 60 obras em curso. Nem sempre o problema é dinheiro. Teve uma empresa que ganhou uma licitação para fazer 22 centros de saúde e não teve condição, mas ganhou na licitação. Das 22 [obras] entregou cinco e licitamos as demais. Nem sempre é falta de dinheiro. Existem questões burocráticas que somos obrigados a cumprir. Talvez esse seja um discurso para criar notícia”, declarou. 

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
ELEIÇÕES 2018
“TRÊS ALBERTÕES DE VOTOS PARA REJANE DIAS”, PEDE DANIEL OLIVEIRA
“TRÊS ALBERTÕES DE VOTOS PARA REJANE DIAS”, PEDE DANIEL OLIVEIRA
REELEIÇÃO
DE OLHO EM 2018, WELLINGTON E REJANE DIAS REÚNEM PREFEITOS
DE OLHO EM 2018, WELLINGTON E REJANE DIAS REÚNEM PREFEITOS
DISPUTA
LÍDER REAGE E CRITICA OPOSIÇÃO A WELLINGTON DIAS
LÍDER REAGE E CRITICA OPOSIÇÃO A WELLINGTON DIAS
DISPUTA
“VOU PEDIR A DISSOLUÇÃO DA CÂMARA DE TERESINA”, DIZ DUDU
“VOU PEDIR A DISSOLUÇÃO DA CÂMARA DE TERESINA”, DIZ DUDU