Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
IRREGULARIDADE
PREFEITO TEM DÍVIDA MILIONÁRIA COM A PREVIDÊNCIA

PREFEITURA DA CIDADE TEVE A PRESTAÇÃO DE CONTAS BLOQUEADA POR DENUNCIA DE CONTRIBUIÇÕES NÃO RECOLHIDAS QUE SUPERAM O VALOR DE R$ 1 MILHÃO

15/07/2017 08:09 - Atualizado em 15/07/2017 08:59

Prefeito Luciano Fonseca é acusado de não repassar dinheiro da Previdência (Foto:ArquivoPessoal)

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) determinou o bloqueio das contas da Prefeitura de Bertolínia por descumprimento de acordo de regularização dos repasses das contribuições do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) do município, referentes a novembro, dezembro e 13º salário de 2016. Bertolínia acumula débitos de mais de R$ 1,606 milhão com a Previdência, referentes a contribuições não recolhidas de 2014, 2015 e parte de 2016 e 2017.

O acordo de regularização das pendências de novembro, dezembro e 13º do ano passado foi firmado em junho, quando o TCE-PI determinou o bloqueio das contas de todos os municípios com débitos com o RPPS. Na época, para que tivesse suas contas desbloqueadas, a Prefeitura de Bertolínia solicitou prazo para o recolhimento das contribuições dos dois meses mais o 13º do ano passado. O TCE-PI acolheu o pedido, estabelecendo em 10 de julho o prazo para regularização do débito. Até quarta-feira, 12 de julho, porém, nenhum recolhimento tinha sido feito.

O pedido de bloqueio foi feito pelo procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), Plínio Valente, e aprovado por unanimidade pelo pleno do TCE-PI na sessão desta quinta-feira (13). O ofício determinando o bloqueio foi enviado nesta sexta-feira (14) ao Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banco do Nordeste para efetivação da medida. O prefeito Luciano Fonseca (PT) e o gestor do RPPS, Daniel Correia da Fonseca, serão notificados da decisão para que apresentem a defesa no prazo regimental.

Com as contas bloqueadas, a gestão municipal fica impedida de fazer saques, pagamentos e outras movimentações bancárias. Localizada a 410 quilômetros ao sul de Teresina, Bertolínia é um dos 64 municípios piauienses que implantaram o Regime Próprio de Previdência Social (RPPS). A grande maioria enfrenta problemas com o recolhimento das contribuições, acumulando débitos milionários. A dívida de Bertolínia supera R$ 1,606 milhão.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
ELEIÇÕES 2018
“TRÊS ALBERTÕES DE VOTOS PARA REJANE DIAS”, PEDE DANIEL OLIVEIRA
“TRÊS ALBERTÕES DE VOTOS PARA REJANE DIAS”, PEDE DANIEL OLIVEIRA
REELEIÇÃO
DE OLHO EM 2018, WELLINGTON E REJANE DIAS REÚNEM PREFEITOS
DE OLHO EM 2018, WELLINGTON E REJANE DIAS REÚNEM PREFEITOS
DISPUTA
LÍDER REAGE E CRITICA OPOSIÇÃO A WELLINGTON DIAS
LÍDER REAGE E CRITICA OPOSIÇÃO A WELLINGTON DIAS
DISPUTA
“VOU PEDIR A DISSOLUÇÃO DA CÂMARA DE TERESINA”, DIZ DUDU
“VOU PEDIR A DISSOLUÇÃO DA CÂMARA DE TERESINA”, DIZ DUDU