Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
ASSEMBLEIA
GOVERNO QUER NEUTRALIZAR OPOSIÇÃO NAS COMISSÕES TÉCNICAS

GOVERNADOR NÃO QUER PROBLEMAS COMO A OPOSIÇÃO E SOLICITA EMPENHO DOS ALIADOS PARA A APROVAÇÃO DE PROJETOS E MEDIDAS CONSIDERADAS ESSENCIAIS PARA O ANO DE 2018

05/02/2018 13:07 - Atualizado em 05/02/2018 21:04

A base aliada do governador Wellington Dias já recebeu uma importante missão no início do Ano Legislativo. O governo quer evitar que a oposição ganhe espaço em comissões técnicas consideradas importantes como a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O Karnak quer impedir os adversários de dificultar a votação de projetos considerados essenciais.

Base tem a missão de neutralizar oposição nas comissões técnicas  (Foto:JailsonSoares/PoliticaDinamica.com)

Os aliados terão que mostrar lealdade ao governador e habilidade para tentar neutralizar nomes da oposição, como o líder Robert Rios (PDT), que costuma incomodar o governo com declarações fortes e denúncias de supostas irregularidades. A prioridade da base nas comissões será acelerar o processo de sabatina do novo presidente da Agespisa e a aprovação da criação da Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Estado do Piauí (Agrespi).

No ano passado, os deputados do MDB foram acusados de terem travado tanto a sabatina quanto a votação do projeto, como forma de pressionar o governador. A sigla quer indicar o presidente da Casa, deputado Themístocles Filho (MDB), como vice na chapa de reeleição de Wellington Dias (PT).

O líder do MDB na Casa, deputado João Mádison, garante que em 2018 o partido não será um empecilho para nenhum projeto do governador. Ele afirma que os emedebistas estão empenhados em ajudar Wellington Dias no ano que promete ser difícil devido fatores como economia e eleição.

“O governador tem uma maioria solidificada na Assembleia. Acompanhamos o governador e iremos trabalhar pela reeleição e a maioria da Casa tem em torno de 118 a 20 deputados para votar as matérias de interesse. Isso não quer dizer que vamos votar sem ler e sem discutir. Vai ter um ano eleitoral, de discussões, mas sempre respeitando a população do estado do Piauí. Quanto a sabatina, somos o relator dessa matéria e da Agrespi. Iremos discutir e queremos votar isso o quanto antes. Vamos tentar fazer as comissões. O PMDB também vai participar das comissões e vamos colocar essa matéria para discussão na Assembleia”, afirmou.  

 O líder do Governo na Casa, deputado João de Deus (PT), diz que a formação das comissões técnicas da Assembleia é prioridade. “Vamos montar primeiro as comissões técnicas e a partir do momento que isso ocorrer, vamos botar em pauta essas matérias que ficaram pendentes do ano passado. Uma delas é a sabatina do presidente da Agespisa e da Agrespi”, destacou.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
ELEIÇÕES 2018
WELLINGTON ACEITA SUGESTÃO DE CIRO DE FAZER PESQUISA PARA DEFINIR VICE
WELLINGTON ACEITA SUGESTÃO DE CIRO DE FAZER PESQUISA PARA DEFINIR VICE
VIAGEM
GOVERNO TEM PRESSA NA FORMAÇÃO DAS COMISSÕES
GOVERNO TEM PRESSA NA FORMAÇÃO DAS COMISSÕES
ELEIÇÕES 2018
“MAIORES PARTIDOS DEVEM FICAR COM AS VAGAS MAJORITÁRIAS”, DIZ MARCELO CASTRO
“MAIORES PARTIDOS DEVEM FICAR COM AS VAGAS MAJORITÁRIAS”, DIZ MARCELO CASTRO
DISPUTA
“É CHOVER NO MOLHADO”, DIZ FIRMINO SOBRE DECLARAÇÕES DE JEOVÁ
“É CHOVER NO MOLHADO”, DIZ FIRMINO SOBRE DECLARAÇÕES DE JEOVÁ