Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
ELEIÇÕES 2018
DISTANTE DO PT E MAIS PERTO DO PR

CRISE NA BASE TORNA MAIS DIFÍCIL A FILIAÇÃO DO CORONEL CARLOS AUGUSTO AO PARTIDO DO GOVERNADOR E ELE PODE SEGUIR FÁBIO ABREU NO PR

30/11/2017 11:22

Cotado como um nome forte para a disputa por vagas na Assembleia Legislativa do Estado em 2018, é cada vez menor a possibilidade do coronel Carlos Augusto se filiar ao PT. O próximo ano não será fácil para o partido do governador Wellington Dias (PT). Os demais partidos da base pedem que o PT vá para o sacrifício e aceitei a formação de um “chapão” proporcional.

Coronel Carlos Augusto fica mais distante do PT de Wellington (Foto:MarcosMelo/PoliticaDinamica)

Na prática isso significa que o partido terá reduzida em muito a possibilidade de formar um bancada grande na Assembleia Legislativa. Essa possiblidade tem criado atritos dentro da legenda. Quem já tem mandato teme perder espaço para nomes fortes que podem chegar como Carlos Augusto e o secretário de Administração, Franzé Silva, que também deve ser candidato.

Diante dos problemas internos do PT, Carlos Augusto tem sido procurado por outros partidos. Ela já avaliaria como melhor estratégia se filiar a uma sigla menor. O PR é visto como uma alternativa.

Ele teria o apoio do secretário de Segurança, Fábio Abreu, para a mudança. Abreu vai buscar a reeleição na Câmara Federal pelo PR. O partido presidido no estado pelo deputado Fábio Xavier deve participar de uma coligação menor com legendas como PTC e Podemos. Nesse cenário, a eleição de Carlos Augusto teria mais viabilidade.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
DISPUTA
DEOLINDO DIZ QUE BASE RECEBE ORDENS PARA ATACAR OPOSIÇÃO
DEOLINDO DIZ QUE BASE RECEBE ORDENS PARA ATACAR OPOSIÇÃO
DISCUSSÃO
O APARTE MAIS PROFUNDO DA HISTÓRIA DA CÂMARA
O APARTE MAIS PROFUNDO DA HISTÓRIA DA CÂMARA
CONFLITO
“DIA DO JACARÉ”, DIZ DUDU SOBRE DEMISSÃO DE COMISSIONADOS
“DIA DO JACARÉ”, DIZ DUDU SOBRE DEMISSÃO DE COMISSIONADOS
CÂMARA
"CHEGA, FIRMINO!", DIZ MAJOR PAULO ROBERTO