Coluna Justiça Dinâmica Política Dinâmica
CNMP vai apurar conduta do procurador chefe da operação Lava Jato Deltan Dallagnol

CONSELHO INSTAUROU RECLAMAÇÃO DISCIPLINAR E NOTIFICOU PROCURADOR, DANDO 10 DIAS PARA MANIFESTAÇÃO

11/06/2019 08:04 - Atualizado em 11/06/2019 10:45

O corregedor nacional do MP, Orlando Rochadel, instaurou reclamação disciplinar para apurar informações divulgadas no último domingo, 9, pelo site Intercept envolvendo a força-tarefa da operação Lava Jato e do ex-juiz Federal e atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Rochadel determinou a notificação da força-tarefa da operação na pessoa de seu coordenador, o procurador da República Deltan Dallagnol.

FOTO: Pleno News

A instauração foi feita com base na solicitação dos conselheiros do CNMP Luiz Fernando Bandeira, Gustavo Rocha, Erick Venâncio e Leonardo Accioly, que entregaram memorando ao corregedor nesta segunda-feira, 10, pedindo a abertura de sindicância.

Ao analisar o pedido, Rochadel pontuou que a ampla repercussão nacional do caso demanda atuação da corregedoria nacional. Conforme o corregedor, sem adiantar qualquer juízo de mérito, "observa-se que o contexto indicado assevera eventual desvio na conduta de Membros do Ministério Público Federal, o que, em tese, pode caracterizar falta funcional".

Por entender que, a princípio, "é necessária análise preliminar do conteúdo veiculado pela imprensa, notadamente pelo volume de informações constantes dos veículos de comunicação", notificou os membros do MPF integrantes da força-tarefa na pessoa de Dallagnol.

Rochadel também determinou a expedição de ofício à Corregedoria-Geral do MPF para que informe, em 10 dias, os antecedentes disciplinares dos membros integrantes da Força Tarefa Lava Jato em Curitiba/PR.

Após o prazo, Rochadel analisará os autos.

"A imagem social do Ministério Público deve ser resguardada e a sociedade deve ter a plena convicção de que os Membros do Ministério Público se pautam pela plena legalidade, mantendo a imparcialidade e relações impessoais com os demais Poderes constituídos", salientou o corregedor.


FONTE: Com informações do Migalhas

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
Conselheiro do CNJ mostra preocupação do Judiciário com judicialização da saúde
Conselheiro do CNJ mostra preocupação do Judiciário com judicialização da saúde
STJ permite acréscimo de outro sobrenome de cônjuge após casamento
Câmara aprova regras eleitorais e aguarda sanção para valer em 2020
Câmara aprova regras eleitorais e aguarda sanção para valer em 2020
Justiça condena ex-prefeito de Itaueira em ação penal por saques indevido
Justiça condena ex-prefeito de Itaueira em ação penal por saques indevido