Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
TERESINA
VEREADOR DENUNCIA NOVA DERRUBADA DE ÁRVORES

APÓS EPISÓDIO NO BAIRRO SACI, ÁRVORES TAMBÉM SÃO ELIMINADAS NA ZONA SUDESTE; EMPRESA DIZ QUE NÃO FEZ A DERRUBADA E ESCLARECE A SITUAÇÃO

25/02/2019 16:34 - Atualizado em 25/02/2019 17:00

Vereador petista denuncia derrubada de árvores (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica)

Depois que um morador ordenou a derrubada de árvores em uma praça no bairro Saci, Zona Sul da capital, fato que teve ampla repercussão, a mesma coisa voltou a acontecer, conforme denuncia o vereador Deolindo Moura (PT). Dessa vez foi no conjunto Dirceu Arcoverde II.

O conjunto fica no bairro Itararé, na Zona Sudeste de Teresina. No local onde está sendo construída uma praça, foram cortadas 12 árvores. O vereador Deolindo Moura demonstrou indignação com a situação nesta segunda-feira (25). Segundo ele, a construtora que executa as obras de construção da praça teria sido a responsável pela derrubada.

Árvores foram derrubadas para obra (Foto: Reprodução/Facebook)

"Quando aconteceu o episódio do Saci, nós alertamos que isso poderia virar moda, mas não sabíamos que empresas adotariam esse costume. Lá no Dirceu foram 12 árvores retiradas pela raiz. Isso aconteceu depois de toda a repercussão do caso do Saci. Eles iniciaram a derrubada na noite e finalizaram pela manhã", relatou o parlamentar.

No local está sendo construída uma praça (Foto: Reprodução/Facebook)

Conforme Deolindo, são árvores que tinham vários anos de vida. Ele condena a iniciativa de eliminar árvores nas obras de construção da nova praça. Para o petista, a medida é absurda.

"Dava para ser feita reforma da praça sem necessariamente arrancar as árvores pela raiz. Infelizmente se tornou moda em nossa cidade. Isso é um absurdo e nós vamos cobrar na tribuna da Câmara Municipal, ao Ministério Público, à Polícia Ambiental e principalmente à Comissão de Meio Ambiente aqui da Câmara", falou o vereador.

Árvores foram derrubadas durante a noite (Foto: Reprodução/Facebook)

EMPRESA DIZ QUE NÃO FEZ A DERRUBADA E ESCLARECE SITUAÇÃO
Procurada pelo Política Dinâmica, a empresa Executar Ltda, responsável pela construção da praça, informou que não foi a autora da eliminação das árvores. A empresa informou que a derrubada foi feita pela SDU Sudeste, que requisitou e conseguiu junto à Secretaria de Meio Ambiente a devida autorização para o procedimento de retirada das árvores.

Ainda conforme a Executar, as árvores derrubadas foram apenas algumas consideradas "invasoras" e não nativas. Segundo a empresa, essas árvores não estavam de acordo com o paisagismo previsto para a praça que está sendo construída. Por conta disso, a SDU requereu junto à Secretaria de Meio Ambiente uma autorização para fazer a supressão delas.

Além disso, a Executar informou que está previsto dentro do contrato com a Prefeitura Municipal de Teresina a plantio de outras árvores de acordo com o projeto paisagístico da praça. A empresa lembra que o plantio caberá à ela fazer, mas que a derrubada foi solicitada e executada legalmente pela SDU Sudeste.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
OPERAÇÃO
BOCA LIVRE: PF PEDIU PRISÕES, MAS JUSTIÇA NEGOU
BOCA LIVRE: PF PEDIU PRISÕES, MAS JUSTIÇA NEGOU
ESQUEMA
BOCA LIVRE: SERVIDORES RECEBERAM R$ 300 MIL
BOCA LIVRE: SERVIDORES RECEBERAM R$ 300 MIL
OPERAÇÃO
AÇÃO DA PF NA SEDUC; VEJA FOTOS
AÇÃO DA PF NA SEDUC; VEJA FOTOS
POLÍCIA FEDERAL
BOCA LIVRE: MAIS UMA NA SEDUC
BOCA LIVRE: MAIS UMA NA SEDUC