Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
PROBLEMA
TRANSPORTE ESCOLAR QUASE PARANDO NO SEMIÁRIDO

FALTA DO SERVIÇO ATINGE CIDADES COMO VÁRZEA BRANCA, DIRCEU ARCOVERDE, FARTURA DO PIAUÍ, TAMBORIL E SÃO RAIMUNDO NONATO; SEDUC PROMETE RESOLVER

13/09/2018 19:58 - Atualizado em 13/09/2018 20:45

Professora relata dificuldades dos estudantes no Sul do Piauí (Foto: Divulgação/Sinte)

O drama dos alunos sem transporte escolar continua no interior do Piauí. A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação/Regional de São Raimundo Nonato (Sinte-SRN), Vanda Oliveira Aragão, denuncia que o transporte escolar da rede estadual está parando em diversos municípios do semiárido. Segundo ela, alunos estão sendo prejudicados com a falta do serviço, já que alguns motoristas pararam por estarem com quatro meses sem pagamentos.

"Tem escola de São Raimundo, como o CEEP, que tem mais de 300 alunos que dependem do transporte escolar. Parou total. E por que parou? Falta de pagamentos. São quatro meses sem receber o dinheiro do transporte. Qual é a pessoa que tem condição de passar quatro meses sem receber dinheiro, botando gasolina por conta própria no ônibus? Isso é uma injustiça", desabafou a professora destacando que a situação a cada dia se agrava.

Gerência Regional admite problema nos municípios (Foto: PoliticaDinamica.com)

Vanda conta que procurou a Gerência Regional de Educação (GRE) para saber quais outros municípios da região estão sendo afetados com a falta do serviço. Segundo ela, o órgão informou que o transporte escolar está funcionando apenas de modo parcial nos municípios de Bonfim do Piauí, Coronel José Dias, Dirceu Arcoverde, Dom Inocêncio, Fartura do Piauí, Tamboril e São Raimundo Nonato.  Já no município de Várzea Branca, o serviço parou totalmente.

Uma das escolas mais prejudicadas com a falta do serviço é o CEEP Gercílio de Castro Macêdo, na cidade de São Raimundo Nonato. Estudantes que vêm do interior do município para a zona urbana estão improvisando para poderem chegar à escola. Vanda ameaça reunir alunos e professores da região para denunciar a situação ao Ministério Público Federal (MPF). Segundo ela, protestos também estão sendo organizados por grupos de estudantes.

Escola de São Raimundo Nonato é uma das mais afetadas (Foto: PoliticaDinamica.com)

"Alguns pais estão mandando os filhos em motos e em carros particulares dividindo o combustível com quatro ou cinco alunos dentro de um veículo para poderem vir para a escola e não perderem o ano. Essa situação é lamentável", concluiu a professora.

A 13ª Gerência Regional de Educação, com sede em São Raimundo Nonato, admite o problema. Nas emissoras de rádio da região, são constantes as reclamações de alunos e pais de alunos por conta da falta de transporte escolar ou do funcionamento parcial em alguns municípios.

O QUE DIZ A SEDUC?
Procurada pelo Política Dinâmica, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informou que os processos de pagamento referentes ao Programa de Transporte Escolar nos municípios citados na reportagem encontram-se prontos e serão regularizados nesta sexta-feira (14).

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
ELEIÇÕES 2018
VOTOS DE DOM INOCÊNCIO SERÃO APURADOS COM MAIS RAPIDEZ
VOTOS DE DOM INOCÊNCIO SERÃO APURADOS COM MAIS RAPIDEZ
COR/RAÇA
UM AMARELO E UM INDÍGENA
UM AMARELO E UM INDÍGENA
CURTIDAS
FORTE NAS REDES SOCIAIS
FORTE NAS REDES SOCIAIS
APOIO
CIRO DOMINA NA TERRA NATAL DE MARCELO
CIRO DOMINA NA TERRA NATAL DE MARCELO