Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
TRAVADO
TODOS OS ÓRGÃOS CONTRA O EMPRÉSTIMO

WELLINGTON COMENTA DECISÃO DO TCU E FALA EM AMPLO TRABALHO PARA DIFICULTAR LIBERAÇÃO DE EMPRÉSTIMO EM DIVERSOS ÓRGÃOS

03/05/2018 11:44 - Atualizado em 03/05/2018 18:16

Governador falou sobre decisão do TCU (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O governador Wellington Dias (PT) falou nesta quinta-feira (3) sobre a determinação do Tribunal de Contas da União (TCU) de suspender a liberação dos dois empréstimos do governo do Piauí com a Caixa Econômica Federal. A decisão foi tomada na quarta-feira (2) após representação do deputado Rodrigo Martins (PSB) dando conta de irregularidades cometidas pela gestão estadual na aplicação dos recursos. O pedido teve como base o relatório de auditoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que apontou as ilegalidades.

Wellington voltou a dizer que existe um amplo trabalho de forças de oposição para barrar a liberação dos empréstimos e mais uma vez mencionou que algumas lideranças estão trabalhando contra o Piauí. O argumento do governador é que diversos órgãos de controle, tanto de nível estadual quanto federal, agiram instigados por seus opositores.

"É preciso reconhecer um trabalho que foi feito para impedir que esse empréstimo pudesse chegar ao Piauí. Veja que Justiça Federal, Justiça Estadual, Tribunal de Contas do Estado, Tribunal de Contas da União, Conselho da Caixa Econômica e a própria Caixa Econômica, ou seja, um conjunto de áreas acionado para que o dinheiro de rodovias, escolas e um de conjunto de ações importantes não venha para o Piauí", falou Wellington.

A DECISÃO
O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou, em sede de medida cautelar, que a Caixa Econômica Federal suspenda a liberação de novas parcelas do empréstimo até que o governo de Wellington Dias consiga sanar as irregularidades verificadas na prestação de contas da aplicação da primeira parcela. A Corte de Contas da União entendeu, com base na documentação apresentada, que existem irregularidades no uso dessa primeira parte.

O TCU é mais um órgão que aponta para as supostas falhas. Atualmente, a celeuma do empréstimo envolve Tribunal de Contas do Estado (TCE), Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI), Ministério Público Federal (MPF), Justiça Federal do Piauí, Supremo Tribunal Federal (STF), Conselho da Caixa Econômica e Tribunal de Contas da União (TCU).

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
MAIOR LÍDER
CIRO DEFENDE RESPEITO À ESTRATÉGIA DO PT
CIRO DEFENDE RESPEITO À ESTRATÉGIA DO PT
TEM FÉ
SEM MEDO DE ESTRUTURA
SEM MEDO DE ESTRUTURA
EX-ALIADO
ALDO REBELO TORCE PARA LULA SER CANDIDATO
ALDO REBELO TORCE PARA LULA SER CANDIDATO
COMPRA DE LIDERANÇAS
UMA GRANDE MENTIRA
UMA GRANDE MENTIRA