Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
NÚMERO DE PREFEITOS: QUADRO DOS PRINCIPAIS PARTIDOS NO PIAUÍ

POLÍTICA DINÂMICA MOSTRA DETALHES DA ALTERAÇÃO NO NÚMERO DE PREFEITOS ENTRE AS PRINCIPAIS LEGENDAS PARTIDÁRIAS DO ESTADO DO PIAUÍ

17/10/2019 16:29 - Atualizado em 17/10/2019 16:57

Em três anos, número de prefeitos de cada partido se alterou (Foto: José Cruz/Ag. BR)

Desde as eleições municipais de 2016, a quantidade de prefeitos que cada partido elegeu no Piauí tem registrado grande alteração. Ao longo de três anos, algumas legendas perderam mais de 50% dos prefeitos, enquanto teve partido que já registrou aumento superior a 100%.

Dos chamados grandes partidos, apenas Progressistas e PSD tiveram aumento. Enquanto isso, PT, PSB, MDB, PSDB e PTB viram suas quantidades de gestores diminuírem. Em termos práticos, a maior queda foi do PSB, sigla presidida pelo ex-governador Wilson Martins.

Em 2016, o PSB elegeu 34 prefeitos no Piauí, ficando atrás apenas de Progressistas e PT. Passados três anos, o partido tem atualmente 16 prefeitos. O MDB também perdeu boa parte dos seus gestores municipais. Após ter conquistado 21 prefeituras, tem agora 14 prefeitos.

Praticamente a mesma queda do MDB foi registrada pelo PTB, sigla presidida pelo ex-senador João Vicente Claudino. Em 2016 o partido conquistou 21 prefeituras e hoje tem 15.

PSD subiu duas posições e agora é o segundo colocado (Foto: PoliticaDinamica.com)

Já o PSDB perdeu quatro dos sete prefeitos que conseguiu eleger no último pleito municipal. Atualmente, os tucanos governam apenas as cidades de Teresina, Bom Jesus e Cocal.

O PDT, que em 2016 elegeu oito prefeitos, tem atualmente cinco. No entanto, a direção do partido admite que alguns já estão de saída e devem se filiar a outras legendas em breve.

PARTIDO DE WELLINGTON DIAS

Embora não tenha registrado crescimento, o PT praticamente conseguiu manter a quantidade de prefeitos. Em 2016 foram 38 gestores eleitos. Passados três anos, a sigla tem 36.

PERDEU O ÚNICO, MAS GANHOU TRÊS

O Solidariedade, em que em 2016 elegeu apenas Mão Santa, em Parnaíba, agora tem três prefeitos. Todos são recém-chegados, já que Mão Santa deixou o partido e se filiou ao DEM, que em 2016 não havia feito nenhum prefeito no Piauí.

PSB caiu para a quarta colocação no Estado (Foto: PoliticaDinamica.com)

OS CAMPEÕES EM CRESCIMENTO

Exceto alguns partidos pequenos que saltaram de um para dois prefeitos (aumento proporcional de até 100%), os partidos verdadeiramente campeões de crescimento são Progressistas e PSD. O primeiro, presidido nacionalmente pelo senador Ciro Nogueira, saltou de 40 prefeitos eleitos em 2016 para 85. Novas filiações vão acontecer em novembro.

Em 2016, o Progressistas já havia sido o campeão de prefeitos eleitos. Com o aumento exponencial, a legenda amplia a vantagem e não vê ninguém pelo retrovisor.

Já o PSD, que nas últimas eleições municipais tinha conquistado 26 prefeituras, pulou para 43. Atualmente, a legenda presidida pelo deputado federal Júlio César é a segunda com mais prefeitos no Piauí. Em três anos, o PSD ultrapassou PSB e PT, respectivamente.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
“VENDIAM CHEQUE DO FPM PRA DANÁ”
“VENDIAM CHEQUE DO FPM PRA DANÁ”
"JOÃO É UM NOME PARA NOS REPRESENTAR EM 2020"
JVC PROMETE IR ÀS RUAS, PRAÇAS E MERCADOS
JVC PROMETE IR ÀS RUAS, PRAÇAS E MERCADOS
RICOS E PODEROSOS IMPUNES
RICOS E PODEROSOS IMPUNES