Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
PEGOU OU NÃO PEGOU CARONA NO PROJETO?

DR. HÉLIO APRESENTA PROJETO NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA E DESPERTA REAÇÃO DE SUPLENTE DE VEREADOR QUE DIZ TER APRESENTADO IDEIA PRIMEIRO

23/04/2019 19:08 - Atualizado em 23/04/2019 19:42

O deputado Dr. Hélio e o suplente Ismael Silva (Fotos: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Um projeto de lei apresentado na Assembleia Legislativa do Piauí pelo deputado estadual Dr. Hélio (PR) despertou a reação do suplente de vereador de Teresina Ismael Silva (PSD). Ismael alega que o Dr. Hélio pegou carona em uma proposta que ele conheceu no estado de Pernambuco, detalhou e apresentou ao Governo do Piauí ainda em 2018.

O projeto é o "Alerta Celular", que propõe a disponibilização de um sítio eletrônico para cadastro de celulares pelo Identificador Internacional de Dispositivo Móvel (IMEI) e seu respectivo proprietário em um banco de dados digital. Sendo o aparelho celular recuperado em operações policiais, o mesmo identificador será inserido no banco de dados do sistema e, se for o mesmo cadastrado por algum usuário, a vítima será contatada para resgatá-lo.

Ismael Silva encaminhou ofício ao governador Wellington Dias (PT) em maio de 2018 detalhando e propondo a implantação do projeto no Piauí. No documento, o governador determinou que o projeto apresentado pelo suplente de vereador fosse enviado à Secretaria de Segurança Pública e à Agência de Tecnologia da Informação (ATI) para que os órgãos buscassem acordo com o estado de Pernambuco, onde a iniciativa foi pioneira.

Ofício encaminhado por Ismael ao Governo Estadual (Foto: Arquivo Pessoal/Ismael)

Semanas depois, o gestor do projeto em Pernambuco, major Jonas Moreno, veio a Teresina detalhar o modelo e mostrar aspectos técnicos do projeto na ATI, oportunidade em que policiais civis e militares participaram da apresentação. Ismael Silva esteve no evento, garante que o projeto está em fase de implantação no Piauí e que Dr. Hélio quer embarcar na ideia como se fosse dele. Nas redes sociais, o suplente fez um desabafo nesta terça-feira (23).

"Ainda em 2018, mais precisamente no dia 25/05, apresentei ao governador do Piauí o Projeto Alerta Celular e, por meio da Secretaria de Segurança Pública, conseguimos trazer a Teresina o major Jonas, gestor do projeto piloto no Estado do Pernambuco. Inclusive, o projeto já está em fase de implantação. Tenho o maior respeito pelo deputado Dr. Hélio, mas que vergonha sinto de ser representado por ele e por outros parlamentares! A verdade virá à tona", postou.

Ismael com Jonas Moreno, gestor do projeto em Pernambuco (Foto: Arquivo Pessoal)

No texto do projeto 70/2019 apresentado por Dr. Hélio e lido no expediente da Assembleia Legislativa no último dia 9 de abril, não existe nenhuma menção ao fato do projeto original ser oriundo do estado de Pernambuco. Já no ofício apresentado ao governador Wellington Dias em maio de 2018, o suplente Ismael Silva destaca que conheceu, na prática, o projeto Alerta Celular durante uma visita que fez à Secretaria de Defesa Social de Pernambuco.

O QUE DIZ DR. HÉLIO?
O Política Dinâmica procurou a assessoria do deputado estadual Dr. Hélio para comentar o assunto. De acordo com a assessoria, a intenção do deputado foi implantar e formalizar, via projeto de lei de autoria parlamentar, o "Alerta Celular" no Piauí. A assessoria garante que em momento algum o deputado quis "embarcar" na ideia do suplente Ismael Silva, uma vez que nem sequer sabia que ele havia apresentado a proposta pernambucana no Piauí.

Ainda conforme a assessoria, o projeto desenvolvido com sucesso em Pernambuco foi sugerido pela equipe do gabinete ao deputado estadual, que prontamente concordou com a iniciativa de também adotar a ideia no Piauí. Segundo a equipe de Dr. Hélio, o projeto "não consta" em lugar nenhum no Estado e que, portanto, ele não existe por aqui. Justamente por isso, o deputado apresentou o modelo pernambucano, em forma de projeto de lei, no Piauí.

Por fim, a assessoria destacou que é normal parlamentares e/ou suas equipes conhecerem projetos que deram certo em outras regiões e apresentá-los em seus estados de origem.

Comentários (1)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
    Florentino Manuel em 24 de abril de 2019 às 02:04

    Nem um foi o autor do projeto. Portando nao podem reinvindicar a paternidade do projeto por tratar-se plágio .

Notícias relacionadas
NO PASSADO, TUDO PODIA
NO PASSADO, TUDO PODIA
TCHAU, PSL!
TCHAU, PSL!
BOLSONARO E A COR ROSA
BOLSONARO E A COR ROSA
GOLPE DENTRO DO PT
GOLPE DENTRO DO PT