Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
CARTA AO PIAUÍ
OPOSIÇÃO FALA SOBRE CARTA DO PROGRESSISTAS

DEPUTADOS AVALIAM QUE DOCUMENTO DIVULGADO PELO PARTIDO DE CIRO NOGUEIRA APENAS RECONHECE O QUE VINHA SENDO DENUNCIADO

31/10/2018 13:56 - Atualizado em 31/10/2018 15:25

Deputado comenta carta do PP ao governador (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O Progressistas prestou bem atenção nas críticas que a oposição fez ao governo estadual durante toda a campanha e resolveu reproduzi-las numa carta enviada ao governador Wellington Dias (PT) na terça-feira (30). É essa a avaliação de alguns membros da oposição ao analisar a "Carta do Progressistas ao Piauí", documento onde o partido propõe mudança de postura do governador para dar eficiência à gestão e corrigir falhas na administração.

O deputado estadual Luciano Nunes (PSDB), terceiro colocado na disputa pelo governo do estado, disse que o documento apresenta tudo aquilo que ele anunciou ao longo da campanha e da atuação como oposicionista na Assembleia Legislativa do Piauí.

Leia aqui a Carta do Progressistas ao Piauí na íntegra!

"O que o Progressistas está propondo é tudo aquilo que nós propusemos na campanha, como a redução do tamanho da máquina, racionalização da despesa pública, eficiência da gestão, controle de gastos, acabar com essas coordenadorias que têm atribuições sobrepostas e tudo mais. Tudo isso nós apontamos durante a campanha. Tomara que agora, depois da eleição, isso seja ouvido por parte do governo", comentou o deputado tucano.

O deputado estadual Gustavo Neiva (PSB) parabenizou a iniciativa do Progressistas por confirmar tudo aquilo que a oposição denunciava. Ele também avalia que o teor da carta é exatamente o mesmo que políticos da oposição atribuíam ao governo de Wellington Dias, mencionando inchaço da máquina pública, falta de planejamento e descontrole financeiro. Para Neiva, o Progressistas dá um puxão de orelha no governador ao redigir o documento.

Gustavo Neiva avalia conteúdo da carta (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

"É preciso parabenizar a iniciativa do Progressistas, pois é um documento que vem ratificar tudo aquilo que a oposição sempre disse. Aqui é, sem dúvidas, um puxão de orelhas que o Progressistas está dando no governador Wellington Dias, mostrando que se ele não mudar essa maneira de administrar, o fim do estado do Piauí será trágico. Então é um documento importante que certamente irá repercutir bastante", avaliou o deputado.

Neiva, no entanto, não acredita que o governo seguirá o que propõe o partido de Ciro Nogueira. De acordo com ele, alguns governistas têm dito que a carta é vaga, o que o faz imaginar que os governistas não estão dispostos a mudar. "Eu creio que com estas declarações dificilmente o governo do estado irá seguir essas recomendações feitas", falou.

DEPOIS DA ELEIÇÃO
Na campanha, o Progressistas foi um grande aliado do governo, defendeu a gestão de Wellington Dias com afinco para convencer os eleitores e reiterou que aquele era o melhor projeto para o Piauí e por isso precisava continuar por mais quatro anos. Passados pouco mais de três semanas da eleição, onde Ciro e Wellington foram reeleitos, a postura do partido parece ser diferente. Agora, a depender do Progressistas, os problemas podem ser expostos.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
NÃO SERIA BOM!
ELMANO NÃO QUER RENAN CALHEIROS
ELMANO NÃO QUER RENAN CALHEIROS
VEREADORES
CASAL NO PARLAMENTO
CASAL NO PARLAMENTO
CRÍTICA
FÁBIO SÉRVIO CHAMA WELLINGTON DE “CARA DE PAU”
FÁBIO SÉRVIO CHAMA WELLINGTON DE “CARA DE PAU”
OPINIÃO
QUANDO A CONTRADIÇÃO ENFRAQUECE A RENOVAÇÃO
QUANDO A CONTRADIÇÃO ENFRAQUECE A RENOVAÇÃO