Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
É CONTRA
MERLONG CONTRARIA PETISTAS E QUER COLIGAÇÃO

SECRETÁRIO DE GOVERNO DEFENDE FORMAÇÃO DE COLIGAÇÃO PARA A DISPUTA PROPORCIONAL NAS ELEIÇÕES DESTE ANO

05/02/2018 12:26 - Atualizado em 05/02/2018 12:38

Merlong quer formação de coligação (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O secretário de Governo do Piauí, Merlong Solano, contraria a maioria dos seus colegas de partido que defendem a ideia da chapa pura para a disputa proporcional nas eleições deste ano. Ele afirma que é preciso ter coligação e acredita que o governador Wellington Dias (PT) vai conseguir contornar esse impasse.

"Precisa ter coligação sim. Na medida em que a coligação é legalmente admitida, não há como se partir para um pleito sem considerar a possibilidade de fazer coligações", falou.

Todos os deputados estaduais do PT querem que o partido lance uma chapa pura, sem coligações. A ideia foi discutida no encontro estadual da sigla no fim de semana e novamente os petistas sustentaram a defesa dessa estratégia. Merlong, que vai disputar vaga na Câmara Federal, disse que considera natural haver divergências.

“Eu considero natural que na véspera de uma eleição haja dificuldades de entendimento em relação às estratégias. Porque uma coisa é eleição proporcional e outra é eleição majoritária. As vezes uma tem certas necessidades que não contemplam as necessidades da outra. Mas até hoje o governador Wellington Dias, em todas as eleições, conseguiu contornar essas dificuldades e chegar a um entendimento”, finalizou.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
PELO PSOL
ADVOGADO DE VALENÇA VAI TENTAR VAGA NA ALEPI
ADVOGADO DE VALENÇA VAI TENTAR VAGA NA ALEPI
DEPUTADO
O PEDAGOGO NO PARLAMENTO
O PEDAGOGO NO PARLAMENTO
NA ASSEMBLEIA
PROFESSORES E MEMBROS DA IMPRENSA AGREDIDOS
PROFESSORES E MEMBROS DA IMPRENSA AGREDIDOS
PROTESTO
GEORGIANO NETO É HOSTILIZADO POR PROFESSORES
GEORGIANO NETO É HOSTILIZADO POR PROFESSORES