Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
PIAUÍ
LULA NA POSSE DE WELLINGTON E REGINA

AO SER REEMPOSSADO NO CARGO DE GOVERNADOR, WELLINGTON FAZ MENÇÃO A LULA; NO KARNAK, REGINA SOUSA PUXOU CORO EM DEFESA DO EX-PRESIDENTE

01/01/2019 22:14 - Atualizado em 01/01/2019 22:28

Regina, Wellington e Rejane durante a posse (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

A posse dos petistas Wellington Dias e Regina Sousa nos cargos de governador e vice-governador do Piauí, respectivamente, foi marcada por menções ao ex-presidente Lula (PT), preso por corrupção passiva e lavagem de dinheiro desde abril de 2018. As homenagens ao maior líder do petista ocorreram tanto na solenidade na Assembleia Legislativa quanto na cerimônia seguinte realizada no Palácio de Karnak.

Ao iniciar o discurso na Assembleia, Wellington Dias agradeceu aos líderes que o apoiaram em nome de Lula. O governador lembrou que o ex-presidente não poder estar fisicamente na sua convenção, nas caminhadas e nos atos de campanha no Piauí "porque não deixaram". Para Wellington, Lula poderia estar tomando posse hoje como presidente da República.

"A todos e a todas o meu agradecimento sincero em nome de um líder. Um líder que não pode estar conosco na convenção, não pode estar conosco nas caminhadas, nos comícios. Um líder que não esteve fisicamente e não esteve porque não deixaram. Ele que também poderia ter sido votado para presidente da República e certamente era um forte candidato. Mas é um líder que esteve em cada lugar, no coração de muitas pessoas, pelo que já fez pelo Piauí e pelo Brasil. Este líder é Luiz Inácio Lula da Silva", falou.

Após esse trecho, o governador foi aplaudido e algumas pessoas gritaram "Lula Livre".

BRILHA UMA ESTRELA: LULA LÁ
Já na cerimônia no Palácio de Karnak foi a vez da vice-governadora Regina Sousa render homenagem a Lula. Antes dela iniciar a fala, o som de um trompete tocou por alguns minutos o jingle "Lula lá". Algumas pessoas chegaram a se emocionar durante o toque, acompanhado de aplausos e seguido de gritos de "Lula guerreiro do povo brasileiro".

Ao encerrar a fala citando a canção "Maria, Maria", de Milton Nascimento, Regina Sousa pediu para "ninguém soltar a mão de ninguém". Uma parte do público presente no Karnak repetiu a frase algumas vezes e ao final Regina deixou a tribuna gritando "Lula Livre".

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
NÃO SERIA BOM!
ELMANO NÃO QUER RENAN CALHEIROS
ELMANO NÃO QUER RENAN CALHEIROS
VEREADORES
CASAL NO PARLAMENTO
CASAL NO PARLAMENTO
CRÍTICA
FÁBIO SÉRVIO CHAMA WELLINGTON DE “CARA DE PAU”
FÁBIO SÉRVIO CHAMA WELLINGTON DE “CARA DE PAU”
OPINIÃO
QUANDO A CONTRADIÇÃO ENFRAQUECE A RENOVAÇÃO
QUANDO A CONTRADIÇÃO ENFRAQUECE A RENOVAÇÃO